quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

O Louvor Verdadeiro

O LOUVOR VERDADEIRO

"Ó Senhor, Senhor nosso, a tua grandeza é vista no mundo inteiro. O louvor dado a ti chega até o céu e é cantado pelas crianças e pelas criancinhas de colo." (Salmo 8.1)

ÀS crianças são associadas honestidade e verdade, no agir e no expressar-se. A criança aprende a mentir mais tarde. Ela não nasce sabendo mentir. Aprende com os adultos ou com seu próprio desenvolvimento. A falsidade é aprendida, por exemplo, quando toca o telefone, a criança atende e chama: — Pai! O pai responde: — Diz que não tô. Que mau exemplo!

QUANDO as crianças têm algo pra dizer, dificilmente deixam de dizê-lo. Quando gostam de alguém, demonstram isto por palavras e gestos de carinho. Quando acham algo bonito, o dizem também. Também não disfarçam quando estão tristes, elas choram. Não têm a capacidade de disfarçar sentimentos, como os adultos desenvolvem. Aliás, triste capacidade: enganar os outros para que pensem que se gosta deles. Talvez quem o faça, nem saiba o mal que está causando.

NA Bíblia, o próprio Jesus afirma que quem não o receber como uma criança, jamais entrará no Reino do céu (Marcos 10.15). Porque as crianças são sinceras no seu "crer". Elas acreditam em seus pais. As crianças amam seus pais amorosos. E nós todos temos motivos para confiar em Deus mais do que os filhos confiam em seus pais. Afinal, Deus enviou seu único Filho para salvar o pecador. Agora ele espera que nós vivamos como verdadeiros filhos, confiando nele de todo coração. Ele que enviou Jesus Cristo e que nos dá a vida eterna. Amém.

Meu Pai amado, quero confiar em ti, como as crianças confiam nos pais. Quero te louvar, como as crianças mostram alegria. Para isto preciso do teu Espírito Santo, pois meu pecado me afasta de ti e me torna falso em minha fé. Livra-me da falsidade e me torna fiel. Amém.