sábado, 23 de maio de 2009

estamos no mundo, mas dele não somos

Texto Bíblico: João 17.11b-19

Pai santo, pelo poder do teu nome, o nome que me deste, guarda-os para que sejam um, assim como tu e eu somos um. 12Quando estava com eles no mundo, eu os guardava pelo poder do teu nome, o mesmo nome que me deste. Tomei conta deles; e nenhum se perdeu, a não ser aquele que já ia se perder para que se cumprisse o que as Escrituras Sagradas dizem. 13E agora estou indo para perto de ti. Mas digo isso enquanto estou no mundo para que o coração deles fique cheio da minha alegria. 14Eu lhes dei a tua mensagem, mas o mundo ficou com ódio deles porque eles não são do mundo, como eu também não sou. 15Não peço que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno. 16Assim como eu não sou do mundo, eles também não são. 17Que eles sejam teus por meio da verdade; a tua mensagem é a verdade. 18Assim como tu me enviaste ao mundo, eu também os enviei. 19Em favor deles eu me entrego completamente a ti. Faço isso para que, de fato, eles também sejam completamente teus.


Mensagem

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).


Estamos no mundo, mas dele não somos

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

"Estamos no mundo, mas dele não somos, aqui nós vivemos distantes do lar; a nossa morada de paz se reveste, a pátria celeste é o nosso lugar."

Este hino tão bonito que tanto gostamos de cantar, nós lembra Cl 3.1: "Vocês foram ressuscitados com Cristo. Portanto, ponham o seu interesse nas coisas que são do céu, onde Cristo está sentado ao lado direito de Deus." (Cl 3.1). Ponham o seu interesse nas coisas do céu.

O texto do Evangelho que lemos hoje é parte da oração que Jesus fez antes de subir ao céu. Ele pede que a glória de Deus seja revelada e que Deus proteja seus seguidores. Jesus estava indo para o céu, mas os seus discípulos continuaram aqui na terra. "Agora estou indo para perto de ti. Eles continuam no mundo, mas eu não estou mais no mundo. Pai santo, pelo poder do teu nome, o nome que me deste, guarda-os para que sejam um, assim como tu e eu somos um." (Jo 17.11)

Jesus nos deixou aqui na terra. Por enquanto!...

Vivemos no mundo. E jamais podemos esquecer que enquanto estamos no mundo temos o diabo, o mundo e a nossa própria natureza pecadora nos cercando. Estes três inimigos querem nos desviar da fé.

Mas Jesus quer que olhemos para o céu.

O Salmo de hoje nos lembra isso: Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus, que não seguem o exemplo dos que não querem saber de Deus e que não se juntam com os que zombam de tudo o que é sagrado! (Sl 1.1).

Por o interesse nas coisas do céu é viver em Cristo. É buscar a vinda do seu reino. É esquecer os convites do mundo e pensar no bem do próximo.

Em Atos, os discípulos estão colocando o interesse nas coisas do céu. Eles logo vão para Jerusalém e começam a reunir-se, para juntos crescer na fé e no amor ao próximo. Eles inclusive escolhem mais um apóstolo, para tomar o lugar daquele que traiu Jesus.

Por o interesse nas coisas do céu é cuidar-se para não cair em pecado, pois: "...o inimigo de vocês, o Diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar." (1Pe 5.8).

Por o interesse nas coisas do céu é ser "...humilde debaixo da poderosa mão de Deus." (1Pe 5.6). É saber que aconteça o que acontecer, Deus está conosco enquanto estamos percorrendo o caminho neste mundo.

Por o interesse nas coisas do céu é falar com Deus. É entregar a ele todas as nossas preocupações e dificuldades, assim como Pedro diz: "Entreguem todas as suas preocupações a Deus, pois ele cuida de vocês." (1Pe 5.7).

Resumindo: por o interesse nas coisas do céu é entregar a vida nas mãos de Deus. É confiar nele e saber que tudo o que somos e temos depende Dele. Toda a nossa vida está em suas mãos. A nossa vida aqui na terra e a vida eterna dependem de Deus.

Jesus já está no céu. Nesta semana, na quinta-feira, nós comemoramos o dia da Ascensão de Jesus. Ele foi ao Pai, mas nunca nos abandonou, nem abandonará.

Jesus já foi ao céu e de lá virá para nos levar com ele. O céu é nossa parada final, por isso precisamos por o nosso interesse nas coisas do céu.

Porém colocar o interesse nas coisas do céu não quer dizer não ligar para o que acontece à nossa volta. "Ah! Eu só quero ir pro céu, que é o meu lugar. O mundo que se vire sozinho."

Por o interesse nas coisas do céu é olhar em volta de si. É preocupar-se com os irmãos e com o próximo. É testemunhar. É orar pelo irmão afastado e por aqueles que não se afastaram.

Por o interesse nas coisas do céu é saber que "estamos no mundo, mas dele não somos" e enquanto estamos no mundo vamos cooperar na obra de Deus.

Enquanto estamos no mundo viveremos como cristãos. Obedecendo à Lei de Deus. Participando dos Sacramentos. Testemunhando nossa fé. Ofertando. Orando. Vivendo em Cristo.

O pecado quer nos dominar. O Diabo, o mundo e a nossa natureza pecadora nos tentam. Eles querem nos fazer pecar. Quando nós pecamos e não nos arrependemos somos condenados ao inferno. Mas quando nos arrependemos de nossos pecados, quando nós confessamos a Deus os nossos erros ele nos perdoa e dá a vida eterna que Cristo ganhou para nós.

O nosso defensor não é qualquer um. É o próprio Jesus que ora por nós. E ele tem todo o poder no céu e na terra como diz Daniel: "Deram-lhe o poder, a honra e a autoridade de rei, a fim de que os povos de todas as nações, línguas e raças o servissem. O seu poder é eterno, e o seu reino não terá fim." (Dn 7.14) e Jesus quer que nós estejamos sempre unidos aos nossos irmãos: "E peço que todos sejam um. E assim como tu, meu Pai, estás unido comigo, e eu estou unido contigo, que todos os que crerem também estejam unidos a nós para que o mundo creia que tu me enviaste." (Jo 17.21).

Enquanto tivermos fé em Jesus Cristo nada poderá nos abalar. E no fim receberemos a herança da vida eterna. Pois estamos no mundo e aqui precisamos continuar, para o bem de muitos. Mas não somos do mundo. Nossa morada está sendo preparada pelo Senhor de Céu e Terra. O nosso amado Salvador Jesus. Amém.


E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Glórias Somente a Deus

continuem unidos a cristo

Texto Bíblico: João 15.9-17

9Assim como o meu Pai me ama, eu amo vocês; portanto, continuem unidos comigo por meio do meu amor por vocês. 10Se obedecerem aos meus mandamentos, eu continuarei amando vocês, assim como eu obedeço aos mandamentos do meu Pai e ele continua a me amar.
11– Eu estou dizendo isso para que a minha alegria esteja em vocês, e a alegria de vocês seja completa. 12O meu mandamento é este: amem uns aos outros como eu amo vocês. 13Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles. 14Vocês são meus amigos se fazem o que eu mando. 15Eu não chamo mais vocês de empregados, pois o empregado não sabe o que o seu patrão faz; mas chamo vocês de amigos, pois tenho dito a vocês tudo o que ouvi do meu Pai. 16Não foram vocês que me escolheram; pelo contrário, fui eu que os escolhi para que vão e dêem fruto e que esse fruto não se perca. Isso a fim de que o Pai lhes dê tudo o que pedirem em meu nome. 17O que eu mando a vocês é isto: amem uns aos outros.


Mensagem

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).


Continuem unidos a Cristo.

Queridos irmãos em Cristo.

A Paz do Senhor Jesus esteja com todos vocês. Amém.

Muita gente se diz cristão. Muitas pessoas se dizem religiosas. Fala-se de religiões em vários níveis.

Existe o nível genérico do "acredito numa força superior".

Existe o nível um pouco mais aproximando do "eu acredito em Deus". Mas se você pede a definição deste Deus, aparece algo como uma força motora que rege toda as coisas. Talvez comparável à energia elétrica que ilumina nossas casas.

Existe o nível daqueles que veem Deus como um servo, ao qual podem exigir tudo que seu coração deseja.

Assim existem muitos outros níveis de crença.

Quem nunca viu uma camiseta onde estava escrito em letras garrafais: "FÉ"?

Se viu, você nunca se perguntou: seria fé em quê?

Por que a fé pode ser muita coisa:

Fé que vai passar numa prova.

Fé que vai conseguir um emprego pelos esforços.

Fé que vai ganhar uma corrida, pois está bem preparado...

Mas no fim...

Para a Salvação...

A única fé que importa é a fé em Jesus Cristo.

É esta fé que nos coloca no nível certo da religiosidade. Porque esta fé em Jesus nos coloca unidos a Cristo e, portanto, unidos ao único Deus verdadeiro.

E é o Senhor que hoje nos diz: "Assim como o meu Pai me ama, eu amo vocês; portanto, continuem unidos comigo por meio do meu amor por vocês." (Jo 15.9).


Todo mundo quer estar unido a Cristo. Aliás, nem todo mundo. Alguns preferem se unir a tudo quanto é coisa, mas se afastam de Cristo.

Então vamos ficar entre cristãos.

Todos os cristãos querem estar unidos a Cristo. Isso exige compromisso. E é isso que o Senhor diz logo no versículo seguinte: "Se obedecerem aos meus mandamentos, eu continuarei amando vocês, assim como eu obedeço aos mandamentos do meu Pai e ele continua a me amar." (Jo 15.10).

Isto não é uma repreensão é um chamado ao compromisso. O mesmo compromisso que Deus fez ao dar os mandamentos, quando pergunta ao povo:

vocês querem fazer uma aliança comigo? E pergunta de novo. E de novo. E o povo responde que quer fazer um compromisso. Aí Deus dá os mandamentos. Que mais que uma lei, são uma segurança. Pois onde os mandamentos forem cumpridos, ali a proteção de Deus reina também. Onde se cumpre o "não cometerás adultério", ninguém destruirá seu casamento por causa de outro pedaço de carne. Onde se respeitar o quarto mandamento os pais serão respeitados e a família viverá bem.

Nós fizemos um compromisso que nos uniu com Cristo. Foi no momento do nosso batismo. E Deus continua vindo a nós sempre, para renovar sua parte no compromisso:

"eu estarei com vocês todos os dias, até o fim dos tempos".

E ele faz isso no perdão dos pecados, na Santa Ceia, nos cultos, na leitura bíblica. Cumpre com o compromisso de cuidar da nossa saúde, de nos dar proteção nos perigos, de nos amparar nas tristezas e tudo mais.

É triste quando uma pessoa desconfia da outra. Como pode uma amizade permanecer onde falta confiança? Vocês deixariam um conhecido ladrão vigiando a casa de vocês enquanto viajam? Certamente não.

Deus, mesmo sabendo que somos pecadores, nos deu mais que um voto de confiança. Em seu Filho Jesus Cristo ele nos dá a salvação. Ele nos coloca no caminho da vida eterna e assume um compromisso conosco. Compromisso que ele faz tudo para conservar, mas que nós insistimos em quebrar ou burlar. E fazemos isso com os pecados, com a desatenção à Palavra de Deus. Vivendo não como Cristo ensina, mas como nós achamos que devemos para ser felizes a qualquer custo.

Estar unido com Cristo, nem sempre será fácil. Virão tempos difíceis e sempre terá uma voz soprando aos ouvidos dizendo que estaríamos melhor sozinhos. E uma frase dita no filme que assistimos ontem, no encontro de Famílias da Comunidade diz o seguinte: "o diabo sempre dará carona para aquele que quiser se afastar de Deus." E é verdade. O mundo quer nos afastar de Deus e se nós ignoramos nosso compromisso com Deus, nos perderemos eternamente.

Queridos irmãos em Cristo.

Jesus nos amou tanto, que deu sua vida por nós. Para que nós tenhamos vida. Não somos empregados, mas amigos de Jesus e estamos unidos a ele pela fé nele. Ele nos escolheu.

E hoje ele nos convida a uma vida de compromisso. Uma vida de viva esperança em Jesus Cristo. Uma vida que espera a salvação, pois sabe em quem confia: afinal "eu confio em meu Senhor Jesus Cristo".

E unidos a Cristo, nos unimos também ao irmão. Nos tornamos uma única grande família da fé. Que trabalha unida num mesmo objetivo: permanecer no compromisso com Deus e levar a Palavra de Deus a todos quantos precisam dela. Porque todo aquele que crê em Jesus Cristo, este será salvo.

E um aviso final: se você ouve falar do compromisso com Jesus e pensa que isso é coisa pros outros, muito cuidado, pois você está se afastando de Deus. Arrependa-se e seja salvo.

E pra você que ouve falar deste compromisso e quer seguir firme por este caminho, continue! Pois o Espírito Santo está com você e te guiará até o final. Unindo cada vez mais você com o Senhor Jesus Cristo. O que te garante a vida eterna. Unidos com Cristo, seguiremos até o final. Amém.


E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Glórias Somente a Deus

continuem unidos a cristo

Texto Bíblico: João 15.9-17

9Assim como o meu Pai me ama, eu amo vocês; portanto, continuem unidos comigo por meio do meu amor por vocês. 10Se obedecerem aos meus mandamentos, eu continuarei amando vocês, assim como eu obedeço aos mandamentos do meu Pai e ele continua a me amar.
11– Eu estou dizendo isso para que a minha alegria esteja em vocês, e a alegria de vocês seja completa. 12O meu mandamento é este: amem uns aos outros como eu amo vocês. 13Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles. 14Vocês são meus amigos se fazem o que eu mando. 15Eu não chamo mais vocês de empregados, pois o empregado não sabe o que o seu patrão faz; mas chamo vocês de amigos, pois tenho dito a vocês tudo o que ouvi do meu Pai. 16Não foram vocês que me escolheram; pelo contrário, fui eu que os escolhi para que vão e dêem fruto e que esse fruto não se perca. Isso a fim de que o Pai lhes dê tudo o que pedirem em meu nome. 17O que eu mando a vocês é isto: amem uns aos outros.


Mensagem

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).


Continuem unidos com Cristo.

Queridos irmãos em Cristo.

A Paz do Senhor Jesus esteja com todos vocês. Amém.

Muita gente se diz cristão. Muitas pessoas se dizem religiosas. Fala-se de religiões em vários níveis.

Existe o nível genérico do "acredito numa força superior".

Existe o nível um pouco mais aproximando do "eu acredito em Deus". Mas se você pede a definição deste Deus, aparece algo como uma força motora que rege toda as coisas. Talvez comparável à energia elétrica que ilumina nossas casas.

Existe o nível daqueles que veem Deus como um servo, ao qual podem exigir tudo que seu coração deseja.

Assim existem muitos outros níveis de crença.

Quem nunca viu uma camiseta onde estava escrito em letras garrafais: "FÉ"?

Se viu, você nunca se perguntou: seria fé em quê?

Por que a fé pode ser muita coisa:

Fé que vai passar numa prova.

Fé que vai conseguir um emprego pelos esforços.

Fé que vai ganhar uma corrida, pois está bem preparado...

Mas no fim...

Para a Salvação...

A única fé que importa é a fé em Jesus Cristo.

É esta fé que nos coloca no nível certo da religiosidade. Porque esta fé em Jesus nos coloca unidos a Cristo e, portanto, unidos ao único Deus verdadeiro.

E é o Senhor que hoje nos diz: "Assim como o meu Pai me ama, eu amo vocês; portanto, continuem unidos comigo por meio do meu amor por vocês." (Jo 15.9).


Todo mundo quer estar unido a Cristo. Aliás, nem todo mundo. Alguns preferem se unir a tudo quanto é coisa, mas se afastam de Cristo.

Então vamos ficar entre cristãos.

Todos os cristãos querem estar unidos a Cristo. Isso exige compromisso. E é isso que o Senhor diz logo no versículo seguinte: "Se obedecerem aos meus mandamentos, eu continuarei amando vocês, assim como eu obedeço aos mandamentos do meu Pai e ele continua a me amar." (Jo 15.10).

Isto não é uma repreensão é um chamado ao compromisso. O mesmo compromisso que Deus fez ao dar os mandamentos, quando pergunta ao povo:

vocês querem fazer uma aliança comigo? E pergunta de novo. E de novo. E o povo responde que quer fazer um compromisso. Aí Deus dá os mandamentos. Que mais que uma lei, são uma segurança. Pois onde os mandamentos forem cumpridos, ali a proteção de Deus reina também. Onde se cumpre o "não cometerás adultério", ninguém destruirá seu casamento por causa de outro pedaço de carne. Onde se respeitar o quarto mandamento os pais serão respeitados e a família viverá bem.

Nós fizemos um compromisso que nos uniu com Cristo. Foi no momento do nosso batismo. E Deus continua vindo a nós sempre, para renovar sua parte no compromisso:

"eu estarei com vocês todos os dias, até o fim dos tempos".

E ele faz isso no perdão dos pecados, na Santa Ceia, nos cultos, na leitura bíblica. Cumpre com o compromisso de cuidar da nossa saúde, de nos dar proteção nos perigos, de nos amparar nas tristezas e tudo mais.

É triste quando uma pessoa desconfia da outra. Como pode uma amizade permanecer onde falta confiança? Vocês deixariam um conhecido ladrão vigiando a casa de vocês enquanto viajam? Certamente não.

Deus, mesmo sabendo que somos pecadores, nos deu mais que um voto de confiança. Em seu Filho Jesus Cristo ele nos dá a salvação. Ele nos coloca no caminho da vida eterna e assume um compromisso conosco. Compromisso que ele faz tudo para conservar, mas que nós insistimos em quebrar ou burlar. E fazemos isso com os pecados, com a desatenção à Palavra de Deus. Vivendo não como Cristo ensina, mas como nós achamos que devemos para ser felizes a qualquer custo.

Estar unido com Cristo, nem sempre será fácil. Virão tempos difíceis e sempre terá uma voz soprando aos ouvidos dizendo que estaríamos melhor sozinhos. E uma frase dita no filme que assistimos ontem, no encontro de Famílias da Comunidade diz o seguinte: "o diabo sempre dará carona para aquele que quiser se afastar de Deus." E é verdade. O mundo quer nos afastar de Deus e se nós ignoramos nosso compromisso com Deus, nos perderemos eternamente.

Queridos irmãos em Cristo.

Jesus nos amou tanto, que deu sua vida por nós. Para que nós tenhamos vida. Não somos empregados, mas amigos de Jesus e estamos unidos a ele pela fé nele. Ele nos escolheu.

E hoje ele nos convida a uma vida de compromisso. Uma vida de viva esperança em Jesus Cristo. Uma vida que espera a salvação, pois sabe em quem confia: afinal "eu confio em meu Senhor Jesus Cristo".

E unidos a Cristo, nos unimos também ao irmão. Nos tornamos uma única grande família da fé. Que trabalha unida num mesmo objetivo: permanecer no compromisso com Deus e levar a Palavra de Deus a todos quantos precisam dela. Porque todo aquele que crê em Jesus Cristo, este será salvo.

E um aviso final: se você ouve falar do compromisso com Jesus e pensa que isso é coisa pros outros, muito cuidado, pois você está se afastando de Deus. Arrependa-se e seja salvo.

E pra você que ouve falar deste compromisso e quer seguir firme por este caminho, continue! Pois o Espírito Santo está com você e te guiará até o final. Unindo cada vez mais você com o Senhor Jesus Cristo. O que te garante a vida eterna. Unidos com Cristo, seguiremos até o final. Amém.


E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Glórias Somente a Deus

domingo, 10 de maio de 2009

unidos com Cristo frutificamos

Texto Bíblico

1Jesus disse:

– Eu sou a videira verdadeira, e o meu Pai é o lavrador. 2Todos os ramos que não dão uvas ele corta, embora eles estejam em mim. Mas os ramos que dão uvas ele poda a fim de que fiquem limpos e dêem mais uvas ainda. 3Vocês já estão limpos por meio dos ensinamentos que eu lhes tenho dado. 4Continuem unidos comigo, e eu continuarei unido com vocês. Pois, assim como o ramo só dá uvas quando está unido com a planta, assim também vocês só podem dar fruto se ficarem unidos comigo.

5– Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porque sem mim vocês não podem fazer nada. 6Quem não ficar unido comigo será jogado fora e secará; será como os ramos secos que são juntados e jogados no fogo, onde são queimados. 7Se vocês ficarem unidos comigo, e as minhas palavras continuarem em vocês, vocês receberão tudo o que pedirem. 8E a natureza gloriosa do meu Pai se revela quando vocês produzem muitos frutos e assim mostram que são meus discípulos.

Mensagem

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).


Unidos com Cristo frutificamos


Que a Paz de Cristo esteja com todos vocês. Amém.

Você alguma vez já se perguntou: porque eu estou aqui? Porque você está hoje nesta igreja? Qual é o objetivo de sua vida? Qual é o objetivo de sua vida cristã?

Pois bem, o Evangelho de hoje nos mostra que estamos aqui para produzir frutos. Mas que frutos são estes? Seria alface, manga, acerola? Ou será uva?

Será que são estes frutos que Deus que a gente produza?

É certo que Deus espera que nós produzamos muitas coisas neste mundo. Mas Deus não quer que nos preocupemos apenas com os frutos que alimentam o corpo.

No texto de hoje, Jesus fala de uma videira. Mas ele a usa como uma bonita metáfora. E a metáfora revela aquilo que Jesus espera de nós.

E na parábola da videira, Jesus lembra que Deus nos quer unir a ele.

No texto do evangelista João, Jesus usa esta figura, que talvez não seja tão conhecida do nosso dia-a-dia. Mas que tive a felicidade de conhecer. De caminhar por baixo de plantações de uvas no Paraguai e no Rio Grande do Sul. E a parreira é uma planta que produz muito, quando bem cuidada. Quando seus galhos estão podados e não há sujeira atrapalhando.

E Jesus diz que nós todos somos parte da mesma videira. A videira verdadeira.

Para ficar ainda mais claro este exemplo que vocês certamente conhecem tão bem, vamos falar de uma árvore.

Imaginem uma árvore com muitos galhos. Uma árvore muito linda, que produz muitos frutos. Nós cortamos alguns galhos desta árvore. Estes galhos tinham muitas flores e estas iam se tornar frutos. Mas nós cortamos estes galhos da árvore e os deixamos no chão. Por um ou dois dias aquelas flores ainda estarão ali, bonitas. Mas logo começam a murchar. E assim é até que os próprios galhos estejam mortos. Mesmo que os galhos tenham sido deixados a meio metro da árvore, eles vão morrer.

Algo semelhante acontece com os filhos de Deus. Conosco. Se estamos unidos à árvore que é Jesus Cristo, continuamos vivos e produzimos frutos. Se nos afastamos de Cristo morremos. Por um tempo pode parecer que podemos vier sem Cristo. Diante do mundo nos apresentamos lindos, verdes, cheios de flores. Porém sozinhos não vamos resistir ao mundo. Vamos ficar sem flores e sem frutos. Vamos morrer e vamos para a condenação eterna.

Queridos irmãos, Deus quer que nós frutifiquemos. Porque nós estamos unidos com a videira verdadeira.

Se Deus nos deu todas as condições para viver até hoje, algum motivo há para isso. Se Deus nos colocou aqui onde estamos, existe um motivo para isto.

Você sabe qual é o movido de Deus?

A resposta é simples: Deus quer que nós frutifiquemos aqui. E para isso ele nos dá as forças e as ocasiões para frutificar.

Por exemplo: nós vivemos cercados de muitas pessoas. E entre elas muitas pessoas que não conhecem Jesus ou que não ligam para a vida cristã, mesmo que pensem ser de Cristo. Pessoas que não creem no Deus verdadeiro. E nós estamos em contato com estas pessoas. Algumas são amigos muito queridos.

Mas que atitude temos frente a estas pessoas?

Quantas vezes já os convidamos para estar conosco na igreja? Quantas vezes já fui cristão na frente deles?

Parece que esquecemos que Jesus quer salvar a todos. Sem distinção. Sem olhar a cor da pele ou o traje. Sem ligar pro dinheiro ou para a falta dele.

Parece que cremos que a salvação é nossa e já tá bom.

Esta atitude impede de produzir frutos. Faz com que não ajudemos no trabalho da Igreja.

O grande comissionamento de nosso Pai: "vão e façam discípulos", parece que foi dado a outros e não a nós. Parece que é função do pastor, ou da diretoria, ou de outro alguém.

Mas este chamado foi confiado a cada um de nós.

Deus quer nos unir a ele, par que possamos produzir frutos. Sozinhos não podemos produzir nada. Longe da videira vamos morrer, mas unidos a Jesus Cristo vamos frutificar.

Alguém poderia dizer: "mas eu não sei fazer nada"!

Mas eu acho que muitos de vocês saibam ler.

Além de ler, outros sabem escrever.

Além disso, ainda podem falar.

E mais, ainda podem caminhar.

Só pra lembrar algumas ferramentas que temos e que podem produzir muitos frutos.

E o que fazer com elas: colocá-las à disposição do Reino de Deus. Por exemplo, posso ensinar a outros que não saibam. Posso ler a Bíblia para alguém que não possa.

Posso contar histórias e falar de Jesus. Poso ajudar na escola Bíblica, posso cantar. Posso contar a todos os outros o grande amor de Deus para conosco. E muito mais.

Deus não espera que nós façamos algo fora do comum.

São coisas simples que Deus espera de nós. Ele espera que nós produzamos frutos ao nosso redor. Até onde os galhos alcançarem. Começando dentro da nossa casa e indo até onde pudermos.

Na parábola Jesus lembra que os galhos que não produzem frutos, no fim, serão cortados e lançados fora. Isso é duro. É lei muito pesada.

Por outro lado ele lembra que os galhos limpos produzirão muito fruto e diz: "Vocês já estão limpos por meio dos ensinamentos que eu lhes tenho dado. Continuem unidos comigo, e eu continuarei unido com vocês. Pois, assim como o ramo só dá uvas quando está unido com a planta, assim também vocês só podem dar fruto se ficarem unidos comigo." (Jo 15.3-4).

O Senhor quer nos unir a ele, porque junto dele frutificamos para a vida eterna.

Junto do Senhor somos fortalecidos na fé. Somos perdoados dos nossos pecados e vamos produzir ainda muito fruto.

Os problemas virão, mas temos um Deus maior que as gripes da vida. Ele vem a nós e nos ampara no sofrimento. Nos aponta o caminho a seguir e nos envia a frutificar. Os frutos que produzimos podem trazer muitos ao caminho da Salvação.

Que coisa maravilhosa. Nós, pessoas comuns, fomos escolhidos para sermos instrumentos de salvação. Pois todos aqueles que crerem em Jesus serão salvos. Amém.

E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Glórias Somente a Deus

sábado, 2 de maio de 2009

eu sou o bom pastor

Texto Bíblico.

11– Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a vida pelas ovelhas. 12Um empregado trabalha somente por dinheiro; ele não é pastor, e as ovelhas não são dele. Por isso, quando vê um lobo chegando, ele abandona as ovelhas e foge. Então o lobo ataca e espalha as ovelhas. 13O empregado foge porque trabalha somente por dinheiro e não se importa com as ovelhas. 14-15Eu sou o bom pastor. Assim como o Pai me conhece, e eu conheço o Pai, assim também conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem. E estou pronto para morrer por elas. 16Tenho outras ovelhas que não estão neste curral. Eu preciso trazer essas também, e elas ouvirão a minha voz. Então elas se tornarão um só rebanho com um só pastor.

17– O Pai me ama porque eu dou a minha vida para recebê-la outra vez. 18Ninguém tira a minha vida de mim, mas eu a dou por minha própria vontade. Tenho o direito de dá-la e de tornar a recebê-la, pois foi isso o que o meu Pai me mandou fazer.


Mensagem.

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).


Eu sou o bom pastor.


Que a Paz do Senhor Jesus esteja com todos vocês.

Certamente a maioria de vocês nunca viu uma criação de ovelhas. Também não temos muita noção de como esta criação se dava e de tudo que ela envolvia na época de Jesus.

Ainda hoje existem muitas pessoas que criam ovelhas. Tanto para produção de lã, quanto para a venda de carne.

Pra entender claramente o que Jesus quer dizer, precisamos conhecer um pouco do trabalho do pastor de ovelhas.

A ovelha é um animal dócil, indefeso contra os perigos e que necessita de muitos cuidados por parte do pastor. Especialmente nos tempos bíblicos, existiam muitos ladrões e animais ferozes que rondavam as criações de ovelhas. O pastor tinha que ficar em constante alerta contra os perigos. Além disso, era o pastor que levava as ovelhas para o pasto e depois as reconduzia de volta em segurança ao aprisco. Um dos trabalhos do pastor era achar local de bom pasto e água fresca para seu rebanho.

Esse é o exemplo dado por Jesus, o nosso bom pastor.

Mas hoje estamos vivendo uma época de multiplicação de pastores. Aliás, parece que o nome pastor nem serve mais. Pois temos apóstolos, missionários, evangelistas, bispos, levitas, anjo da igreja e tantos outros nomes, que nem dá pra lembrar todos.

O próprio Senhor Jesus advertiu quanto a esta multiplicação em Mateus 24.24-25: "aparecerão falsos profetas e falsos messias, que farão milagres e maravilhas para enganar, se possível, até o povo escolhido de Deus. Prestem atenção! Eu estou dizendo tudo isso, antes que aconteça."

Mateus 7.15: "Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens." Mateus 24.11: "muitos falsos profetas aparecerão e enganarão muita gente.".

Pedro, inspirado pelo Espírito Santo diz: "No passado apareceram falsos profetas no meio do povo, e assim também vão aparecer falsos mestres entre vocês. Eles ensinarão doutrinas destruidoras e falsas e rejeitarão o Mestre que os salvou. E isso fará com que caia sobre eles uma rápida destruição. Mesmo assim, muita gente vai imitar a vida imoral deles, e por causa desses falsos mestres muitas pessoas vão falar mal do Caminho da verdade." (2Pe 21.1-2).

Ainda, o Senhor, alertou àqueles que têm proeminência na igreja: "Ai de vocês quando todos os elogiarem, pois os antepassados dessas pessoas também elogiaram os falsos profetas." (Lc 6.22).


Estes são muitos exemplos de pastores que temos hoje. Que deveriam estar guiado o povo ao Bom Pastor.

E já estamos avisados há muito tempo sobre isso. Mas mesmo assim, muita gente os tem seguido. Muitas pessoas sabem de cor o Salmo 23, mas se esquecem de quem é o único e verdadeiro Bom Pastor. Aquele que guia suas ovelhas em segurança até a fonte de comida e bebida e depois volta para casa com elas em segurança.


Me permitam um exemplo talvez mais claro destas aberrações.

Abram suas bíblias em Gênesis 11.

Domingo passado, antes de vir à igreja, vi um dos piores exemplos de manipulação das pessoas usando a Bíblia de forma errada.

Aquele que se dizia pastor, ou apóstolo, não me lembro, pediu que as pessoas lessem Gn 11.4, vamos ler:

"Aí disseram: —Agora vamos construir uma cidade que tenha uma torre que chegue até o céu. Assim ficaremos famosos e não seremos espalhados pelo mundo inteiro."

Então o falso pastor disse: Vamos ver também o versículo 6, para ver o que Deus quer nos dizer.

Vamos ler este também:

"O Senhor disse assim: — Essa gente é um povo só, e todos falam uma só língua. Isso que eles estão fazendo é apenas o começo. Logo serão capazes de fazer o que quiserem." (Gênesis 11.6)

— É nessa fé que nós vamos ao templo hoje. Venha você também! Veja o que o próprio Deus está dizendo. Nós seremos este povo que é capaz de fazer o que quiser...

Esta foi uma das piores coisas que presenciei atualmente. Uma manipulação vergonhosa com um único intuito: enganar o povo para que vá a um lugar que chamam de Templo.

Aquele homem não se deu conta, ou não quis ver, que o texto usado para o exemplo trata do relato da torre de Babel, onde o povo desobedece a Deus e, por isso, Deus o castiga. Deus os tinha mandado se espalharem pelo mundo, mas, desobedecendo resolveram construir uma torre que os manteria juntos.

Para evitar o mal aos próprios homens, Deus desce e confunde suas línguas, fazendo com que não possam mais viver juntos. Assim Deus espalha as pessoas pelo mundo.

O orgulho tinha tomado conta do povo e para proteger o próprio povo, Deus os espalha pelo mundo. Mas este texto foi usado para dizer às pessoas, que elas fariam parte daquele povo que pode fazer o que quiser.

Isso é enganação.


O engano é coisa do falso pastor. Ele pode até falar da palavra de Deus, mas a usará para enganar as pessoas.

O próprio Diabo, na tentação de Jesus usou textos bíblicos, para tentar convencer Jesus a desistir de sua tarefa.

Mas Jesus é o Bom Pastor e não desistiu.

O Bom pastor deu a sua vida pelas ovelhas.

Jesus não é como o falso pastor, que ao menor sinal de perigo abandona as ovelhas para que elas se virem sozinhas. Ele não trabalha para ajuntar dinheiro. Ele quer proteger as ovelhas.

Jesus lutou por nós e venceu Diabo, Inferno e morte. E por causa dele temos a vida eterna.

Ele não é qualquer pastor, ele é o Bom Pastor.

Que quer continuar guiando nossos passos todos os dias. Que nos orienta em sua Palavra e nos alimenta na Santa Ceia.


Eu sou o Bom Pastor — disse Jesus.

Este pastor jamais abandonará nenhum de vocês. Mesmo que o momento seja do pior sofrimento.

Este bom pastor olhará para vocês com todo o carinho e os conduzirá às águas tranquilas. Ele deu a sua vida para nos ter junto de si. Depois de ressuscitado, subiu aos céus. De lá ele voltará no último dia e dará a salvação eterna a todos que forem suas ovelhas.

E, pela fé, nós fazemos parte deste rebanho.

Somos ovelhas do Bom Pastor. Não há maior segurança que esta.

O Senhor é o nosso Bom Pastor e todos aqueles que creem nele serão salvos. Amém.


E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Glórias Somente a Deus