Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Cara do pai

Também existe o trauma de pai. O trauma de mãe é assunto complicado, resultado do cordão umbilical rompido, coisas de mulher. Mas o problema do pai é bem fácil de explicar: é a dor pelo fim do monopólio das atenções agora dirigidas ao rebento. Penso que o filho, sobretudo o primogênito, é um soldado que surge do cavalo de Tróia, presente de grego. Grande tragédia se não fosse outro sentimento inexplicável que surge em cena: o amor paternal – força instintiva que defende o filho com unhas e dentes. Porque no fim das contas este pequeno "inimigo" é ele mesmo, ou como lhe disseram: "É a tua cara". E assim, enquanto a mulher é carne e ossos do marido (Gênesis 2.24), o filho é carne e ossos moldados na forma do pai. (Alguns não se curam deste trauma e se voltam contra os filhos, histórias que a gente conhece).
Mas este é só o primeiro trauma. Aquele pai, herói, grande, forte, não demora, fica pequeno, fraco, exposto à realidade. E se hoje os filhos estão maiores que o…

Jesus e o apedrejamento

-  O que o senhor diz sobre isto? A pergunta dos fariseus era para “pegar” Jesus, quando arrastaram até a presença dele uma mulher flagrada em adultério. Conforme a lei, ela deveria ser apedrejada até a morte. “Mas ele se abaixou e começou a escrever no chão com o dedo” (João 8.6). Eles insistiram na pergunta. Jesus se levantou e disse a eles: - Quem de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nesta mulher! Depois, abaixou-se outra vez e continuou a escrever no chão. É o único relato nos Evangelhos de que Jesus escreveu algo. Aliás, de toda a Bíblia, a única parte que Deus redigiu de próprio punho são os Dez Mandamentos, entregues a Moisés. O restante foi ditado por Deus e escrito pelas mãos dos profetas e evangelistas – a doutrina da inspiração divina. Intrigante este fato de Deus não permitir que a santa lei fosse originalmente escrita por um ser mortal. E as palavras de Jesus no chão? Quais foram? O evangelista não diz. Penso que Jesus, o Deus encarnado, esc…

Mel, limão e atenção

O que é verdade e o que é mentira sobre esta gripe? Corre pela internet o texto "Pandemia do lucro" alertando que há um grande alarde com interesses comerciais para vender o Tamiflu. Fiz uma pesquisa sobre os lucros da referida empresa com este remédio, e as informações são intrigantes. Nos anos da gripe aviária, 2006 e 2007, foram aproximadamente 4 bilhões de dólares (esta gripe matou 250 pessoas em dez anos). Em 2008, as vendas caíram para 600 milhões de dólares. Mas agora, com a nova gripe, as vendas do Tamiflu aumentaram em 203%, ou seja, houve um lucro de 1 bilhão de dólares (uma caixa com dez comprimidos custa 170 reais aqui no Brasil). Enquanto isto, a Organização Mundial da Saúde confirmou nesta semana que a gripe suína continua semelhante a qualquer outro tipo de gripe. Até o momento há em torno de 135 mil casos desta gripe no mundo, e as mortes não passam de mil pessoas.
Por enquanto é mais fácil morrer atropelado do que por este vírus H1N1. Evidentemente que o víru…

Instinto Cristão

Estamos nos aproximando do final do ano eclesiástico, o ano da igreja. Nesse período meditamos e nos preparamos para comemorar o Natal, a primeira vinda de Jesus ao mundo e, ao mesmo tempo, nos preparamos para sua segunda vinda no dia do Juízo Final.
O evangelista Mateus registra em seu livro, no capítulo 25, versículos 31 até 46, palavras do Senhor Jesus a respeito do “Grande Julgamento” que acontecerá no último dia. Quando lemos e meditamos sobre este texto, dificilmente conseguimos criar outra imagem em nossa mente a não ser a de um tribunal, um juiz muito justo separando os salvos dos condenados. Pois é exatamente isso que Jesus relata nesse texto.
Porém, quero convidar o caro leitor a observar com muita atenção um detalhe interessante no texto: a reação dos sentenciados:
“Senhor, quando foi que vimos o senhor com fome, ou com sede, ou como estrangeiro, ou sem roupa, ou doente, ou na cadeia...?”Os sentenciados, tanto salvos como condenados, têm a mesma reação, uma reação de admiraç…

Céu ou inferno?

Mt 25.31-46Último Domingo do Ano EclesiásticoQue a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.Último Domingo do Ano da Igreja. É também fim de ano. Nesta época começamos a refletir sobre coisas passadas em nossa vida. É hora de olhar para trás e também para frente...Vocês já perceberam como os dias passaram rápido?Já faz quase um ano que voltamos para Nova Venécia. Daqui 3 semanas faz 10 anos da minha formatura no seminário. E nesse período o Senhor nos conduziu por muitos lugares. Assim ele conduz a vida de cada um, mesmo daqueles que não creem nele.E a vida de vocês? Quanta coisa mudou?Situações de fim e novo começo nos lembram que também este mundo terá seu fim e, para os de Cristo, começará a vida eterna em sua plenitude. Novo céu e nova terra...Diz Jesus: “Todos os povos da terra se reunirão diante dele, e ele separará as pessoas umas das outras, assim como o p…

Geração Z

Nesse fim de semana a Comunidade da Cruz está convocando os jovens e adultos para conversar sobre os jovens e o desafio de contar com a força dessa gente muito esperta e conhecedora de tudo o que acontece no mundo.
Particularmente me vejo desafiado a entender esse povo que parece ter nascido com o DNA do teclado do computador nos dedos. Imaginava-me bem conectado (veja só a expressão que achei) com o pensamento dos jovens e achava fácil trabalhar com eles. Mas estou mudando de ideia e não é só porque a diferença de idade se acentuou. Reconheço, estou com dificuldade para entender a cabeça da nova geração.
Não faz muito ouvi falar da geração X, aquela turma do bermudão e da camisa de flanela. Aí identificaram a geração Y, os consumistas das novidades eletrônicas. Agora chegaram ao Z e acabou o alfabeto.
A Geração Z é essa turma que gosta de zapear (daí o Z). Essa juventude muda de um canal para outro na televisão, vai da internet para o telefone, do telefone para o vídeo e retorna n…

Uma placa na lua

Eu tinha nove anos, mas as imagens em preto e branco da televisão Admiral à válvula ainda estão fresquinhas na memória. Também não esqueço os meneios de cabeça da minha avó afirmando que aquilo era pura encenação para enganar os bobos. Acho que foi ela que espalhou a ideia da "farsa" do homem na Lua naquele 20 de julho de 1969 e até hoje tem discípulos. Em todo o caso, o que poucos sabem é que este satélite natural da Terra, distante 385 mil quilômetros, transformou-se no mais elevado púlpito. Após pousar no solo lunar com seu colega Neil Amstrong, Edwin Aldrin deixou uma pequena placa com o Salmo 8. Proibidos pela Nasa de qualquer manifestação religiosa, Aldrin expressou secretamente a fé cristã nestas palavras bíblicas: "Ó Senhor, nosso Deus, a tua grandeza é vista no mundo inteiro (...) Quando olho para o céu, que tu criaste, para a Lua e para as estrelas, que puseste nos seus lugares – o que é um simples ser humano para que penses nele? (...) No entanto, fizeste o s…

08.08.08

Uma data cheia de significados para alguns, apenas um conjunto de números para outros. E também rara. A combinação só será possível novamente daqui a 100 anos.
Também hoje começam as Olimpíadas de Pequim, ou Beijing, na China. Para os chineses, 8 é um número de sorte. Por este motivo, a cerimônia começa 08:08 da noite, horário local.
Deixando de lado superstição e numerologia, juntando a data com o evento, sugiro 08 esportes para praticarmos durante este mês 08. Ou até por muito mais tempo.

Abaixamento de peso – nas Olimpíadas temos o halterofilismo, levantamento de peso. Mas eu sugiro abaixarmos, largamos os fardos que nos cansam. Sobre Jesus, que ofereceu descanso e alívio.

Ginástica artística – Exercitarmos nossa fé em quatro aparelhos que sempre são belos de se ver: amor, respeito, verdade, consideração.

100 metros rasos de raiva – Nos momentos em que explodirmos de raiva, ira ou angústia, que dure bem pouco. Uma explosão, uma distância curta e já deixamos pra trás. Dá pra ir parando…

Golpe na liberdade

Interessante o que acontece em Honduras. No caminho inverso da comunidade internacional, internamente boa parte do povo e as próprias instituições democráticas apóiam o golpe militar. O mundo está preocupado com o vírus verde-oliva dos tempos da ditadura militar, mas a insatisfação dos hondurenhos com a corrupção, criminalidade, desemprego, pobreza, é o voto a favor da ação golpista e ditatorial. O povo prefere pão no lugar da democracia. Algo semelhante na Alemanha Oriental. Vinte anos depois da queda do muro de Berlim, uma pesquisa diz que 57% dos alemães orientais defendem o antigo regime comunista. "A vida lá era mais feliz e melhor do que hoje", argumentam.
Não estamos muito longe disto aqui no Brasil. A corrupção política que não sai das manchetes faz a gente pensar que o melhor jeito seria um golpe de estado. Se fosse feita uma consulta popular, creio que muita gente votaria pelo fechamento do Senado e das Câmaras Legislativas. "Tempo bom era na ditadura militar&…

Deus não olha o seu passado

1Tm 1.5-17
16º Domingo após Pentecostes

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).

Sl 119.169-176; Ez 34.11-24; 1Tm 1.5-17; Lc 5.1-10

A Paz do Senhor esteja com todos vocês. Amém.
Querido irmão em Cristo...
O que é que vocês estavam fazendo ontem às 11 horas e 3 minutos da manhã? O que foi que vocês comeram anteontem? Quais as pessoas que vocês viram na última terça-feira? Como foi sua vida no passado?
Pode ser que vocês não se lembrem de muitas coisas. Mas também certamente há outras que vocês não conseguem esquecer. Talvez uma grande alegria... Talvez uma grande tristeza... Talvez um pecado que os atormenta ou uma briga que ficou mal resolvida. E ficou na linha do tempo de nossa vida.
Cada um de nós sabe que para Deus o tempo não existe. Ele é eterno. E sobre Deus, o apóstolo Pedro diz: “Meus queridos amigos, não esqueçam isto: para o Senhor um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia.” (2Pe 3.8)
Pa…

Esperar acordado

Mt 25.1-13Antepenúltimo Domingo do Ano EclesiásticoQue a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.Queridos irmãos em Cristo...Jesus voltará para julgar a humanidade.Nós somos pecadores. Todos nós somos pecadores.Nós desrespeitamos a Deus e ao nosso próximo. Mesmo quando quisemos fazer o que é certo.Nós sabemos que por mais que trabalhemos neste mundo nunca conseguiremos salvar a nós mesmos. Porque não podemos nos salvar sozinhos.Muitas pessoas evitam pensar nestas coisas, especialmente quando lembram que um dia esse mundo terá seu fim, ou quando lembram que podem morrer a qualquer momento.No texto do Evangelho, que lemos hoje, Jesus quer preparar as pessoas para o momento em que ele virá julgar vivos e mortos. E ele usa um exemplo muito conhecido para as pessoas daquela época, mas que para nós não faz muito sentido.Para entender melhor o que Jesus ensina, nós prec…

Ainda dá pra confiar

Antigamente, quando um homem empenhava sua palavra, isso valia. Um fio de bigode era como uma garantia. Hoje em dia, porém, nada mais é absolutamente garantido. Não se pode confiar cegamente em ninguém. Confiança é artigo escasso entre nós. O motivo é simples: as pessoas não cumprem o que prometem.
Precisamos marcar compromisso com “hora de relógio”; alguns prometem nunca mais fazer determinada coisa, mais parecem palavras ao vento. Uma lista interminável caberia aqui, para mostrar o quanto a palavra vale pouco.
Em tempo de eleições, muito se perguntam: ainda dá para confiar? Em tempos de solidariedade, outros se questionam: Vale a pena ajudar, doar? A maioria das pessoas odeia desonestidade e corrupção, quer na política quer em relacionamentos interpessoais, ou mesmo em casa. Contudo, muitos acham que um pouco de desonestidade, não fará mal a ninguém, porque nunca virá à tona.
De acordo com uma pesquisa da Futura/Fecomércio, 84,9% das pessoas acham que o eleitor vota visando tirar alg…

Vasos (Pots)

Qualidade de morte

Se há um assunto que chamou a atenção e figurou quase que diariamente na mídia neste ultimo mês, certamente é o caso do desaparecimento de Elisa Samúdio e o possível envolvimento do goleiro Bruno (ex-Flamengo) no caso. Talvez pela fama do Goleiro; talvez pela brutalidade e sangue frio que a polícia relata e acredita ter ocorrido o crime. Ao acompanhar os noticiários e as cenas de reconstituição das versões apresentadas ficamos chocamos.
Vivemos na capital brasileira com melhor qualidade de vida. Motivo de orgulho e de publicidade. Mas ainda assim, problemas nos cercam e aqui, todos os dias, pessoas também morrem. Seja de forma cruel, seja de forma natural.
Sempre pensei que as pessoas apenas se preocupavam em medir a qualidade de vida. Qual não foi minha surpresa ao saber pela BBC que agora também se mede a qualidade de morte. Uma pesquisa feita por uma empresa da Grã-Bretânia ouviu 40 países, dentre os quais, o Brasil figura em 38º lugar no ranking ao que diz respeito à qualidade n…

O Questionário Cristão - Catecismo Menor - Em Áudio

O Catecismo Menor, escrito por Lutero, é um dos livros mais usados na instrução cristã de crianças. Originalmente se destina a ser um auxílio aos pais cristãos na educação de seus filhos.
O Questionário Cristão é um exame de consciência para ser feito antes da Santa Ceia, mas pode nos guiar em toda nossa vida cristã. Ele quer ser um auxílio para procurar viver no caminho do Senhor.



Este material foi gravado voluntariamente pelo Rev. Leonídio Görl.
O livro pode ser adquirido junto à Editora Concórdia.