Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2012

O que devo fazer além de votar obrigatoriamente?

Estamos nos aproximando de mais uma eleição municipal. Processo muito importante em que somos chamados a participar da decisão de eleger nossos representantes.Diante deste fato histórico e decisivo, precisamos nos perguntar:O que devo fazer além de votar obrigatoriamente?Você precisa saber que o direito de votar em seu candidato é uma conquista histórica que seus antepassados lhe deixaram.Nossos candidatos não nasceram hoje, conheça suas histórias e suas lutas em defesa da sociedade.Uma política responsável é formada de bons candidatos e boas propostas, conheçam sem falta os dois.Seu voto não é moeda de troca. Não vote em quem lhe promete favores que não poderá cumprir.Como cidadão você não pode abrir mão de exercer seu direito de escolha. Se você não escolher, outros escolherão por você e provavelmente suas reivindicações serão deixadas de lado.Não anule seu voto, anule, com o seu voto, a política irresponsável e despreocupada com as reais necessidades do povo.Ética e dignidade na po…

Concílio no Espírito Santo - 19

O Sr. Renato contou que diversas congregações estão preocupadas e trabalhando o tema com as famílias, buscando orientações junto a profissionais da área financeira. Houve várias dúvidas que foram respondidas pelo tesoureiro, especialmente sobre previdência privada ou outra forma de investimento para o futuro. Foi recomendado que o pastor deveria procurar pagar sobre o limite máximo possível. Pois podem acontecer situações da saúde, ou acidentes, nas quais o pastor e sua família estariam amparados. Terminamos às 15h10, quando fomos todos para o intervalo.
Retornamos às 15h47, com o próximo tema, que foi apresentado pelo Sr. Renato Bauermann e pelo Rev. Geraldo Schüller:
O pastor e a administração do seu tempo 1.Introdução a.Não parece que temos cada vez menos tempo? Que temos coisas demais para fazer? Que nos ocupamos demais? Que temos dificuldades em estabelecer prioridades? Que usamos e gastamos mal o nosso tempo?
2.Conceito Correto de Tempo a.Num artigo sobre a questão do tempo chega-se a …

Concílio no Espírito Santo - 18

7.Reserva pessoal, poupança. a.Para evitar o uso de crediário e financiamentos, o recomendado é de que cada um faça a sua reserva, destinando um percentual da renda para uma poupança, com depósitos mensais e regulares.
8.Fluxo de caixa (orçamento domestico, familiar, pessoal). a.A planilha do fluxo de caixa, da uma visão a médio prazo do comportamento das finanças de cada um. b.No fluxo de caixa, se considera não somente os gastos, mas também as rendas, sempre devemos iniciar com o valor bruto recebido, relacionando os descontos como gastos (saídas). c.Um orçamento mostrará qual a sua situação financeira atual, se suas despesas cabem no seu salário. Ele é a fotografia de suas despesas e receitas. d.Da internet: i.Se o que você ganha não cobre suas despesas mensais sua situação já é bastante perigosa, principalmente num país como o Brasil, onde as taxas de juro estão muito altas. Comece a fazer já o seu orçamento e convoque a família porque os cortes precisam ser feitos em conjunto. ii.Se seu …

Concílio no Espírito Santo - 17

5.Armadilhas cheque especial, cartão de crédito, financiamentos. a.Cheque especial, financiamentos, compras no crediário e cartão de crédito. b.Todo o cuidado é pouco quando recebemos ofertas de cartões de credito sem anuidade, cheque especial com “x” dias sem juros, compras a prazo sem juros, etc. Nada contra o uso do cartão de credito, e sim do uso do financiamento das compras, ou seja, a recomendação de quem usa cartão de crédito pague sempre a fatura no vencimento, sem usar os parcelamentos do cartão. c.Nas compras a prazo sempre há um encargo financeiro embutido, direto ou indireto, vale a pena pesquisar e não comprar no impulso. d.Outro cuidado que se deve ter é em relação às compras no crediário, devem ser bem avaliadas, pois algumas podem custar o dobro do valor pago a vista.
6.Administração das dividas; a.Aí esta uma situação de que ninguém se sente confortável, mas, que ocorre muitas vezes sem que seja prevista, as compras por impulso, gastos emergenciais, etc. b.Como não se podem …

Concílio no Espírito Santo - 16

Administração das Finanças pessoais
O Sr. Renato disse começou a tratar dos seguintes pontos: 1.Importância em saber no que se gasta; 2.Classificação adequada dos gastos; 3.Variedade de planilhas a disposição; 4.Planilha sozinha não resolve nada; 5.Armadilhas cheque especial, cartão de crédito, financiamentos. 6.Administração das dividas; 7.Reserva pessoal, poupança. 8.Fluxo de caixa (orçamento domestico, familiar, pessoal).
1.Importância em saber no que se gasta; a.Para inicio de qualquer tipo de controle das finanças pessoais, é necessário em primeiro lugar saber dos hábitos pessoais, pois cada individuo é único, não tem como se estabelecer um padrão para todos. b.E para se saber no que se gasta, necessitamos ter um controle bastante rígido na aplicação dos nossos recursos, vamos iniciar com uma conta para exemplo, vamos analisar detalhadamente a conta “supermercado”, esta conta pode ser dividida, e subdivida em varias classes, como gêneros de primeira necessidade (alimentos básicos), material…

Concílio no Espírito Santo - 15

A teologia bíblica é a teologia da Cruz Com todas as suas implicações. Dietrich Bonhoeffer: “Com sua encarnação, Cristo colocou-se entre mim e as relações com o mundo... Não se coloca apenas entre mim e Deus, mas está igualmente entre mim e o mundo, entre mim e os outros homens e coisas... Ele é o único Mediador do mundo inteiro”. (pg. 50). Jesus é o mediador entre: ·Eu e Deus ·Eu e o Próximo ·Marido e a esposa ·Esposa e marido ·Pais e Filhos ·Filhos e Pais ·Eu e as minhas finanças ·Eu e meus bens (casa, carro, etc...) ·Eu e o mundo
Marido e Esposa Ef 5.21-33
Esposa 22Esposa, obedeça ao seu marido, como você obedece ao Senhor. 23Pois o marido tem autoridade sobre a esposa, assim como Cristo tem autoridade sobre a Igreja. E o próprio Cristo é o Salvador da Igreja, que é o seu corpo. 24Portanto, assim como a Igreja é obediente a Cristo, assim também a esposa deve obedecer em tudo ao seu marido. Neste relacionamento o mediador é Jesus: “Esposa obedeça ao seu marido, como você obedece ao Senhor.”
·A esposa…