domingo, 10 de janeiro de 2010

O povo de Deus, confia em Deus

Is 43.1-7

1º Domingo após a Epifania – Batismo de Jesus

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).

Batismo 2A Paz do Senhor Jesus esteja com todos vocês. Amém.

Queridos irmãos em Cristo.

Vejam que lindas e reconfortantes estas palavras:

1Mas agora, povo de Israel, o Senhor Deus que o criou diz: “Não tenha medo, pois eu o salvarei; eu o chamei pelo seu nome, e você é meu.”

Este primeiro versículo resume a boa notícia do Evangelho, porque ele mostra como Deus age por seu povo: Ele criou o povo, chamou o povo para ser seu e também salvará o povo.

A ação criadora e salvadora é de Deus. Do povo se espera que confie em Deus. Mas o que significa confiar em Deus?

Isaías nos ajuda a entender esta confiança:

Is 41.10: “Não fiquem com medo, pois estou com vocês; não se apavorem, pois eu sou o seu  Deus. Eu lhes dou forças e os ajudo; eu os protejo com a minha forte mão.”

Is 41.14: O Senhor diz ao seu povo: “Você é pequeno e fraquinho, mas não tenha medo, pois eu, o Santo Deus de Israel, sou o seu Salvador e o protegerei.”

43.5: “Não tenha medo, pois eu estou com você.”

44.2: “Eu, o Senhor, sou o seu Criador e o tenho ajudado desde o dia em que você nasceu. Israel, meu servo, não fique com medo, pois eu o amo e o escolhi para ser meu.”

51.7: “Escutem, vocês que sabem o que é direito, que têm a minha lei no seu coração! Não fiquem com medo quando forem ofendidos, não se aborreçam quando os outros zombarem de vocês.”

Então nós temos dois aspectos: o povo é de Deus e o povo confia em Deus. Na verdade, poderíamos dizer assim: o povo de Deus confia em Deus. E Deus nunca nos deu motivos para desconfiar dele, pois ele é sempre justo.

Queridos irmãos, hoje a igreja cristã lembra o Batismo de Jesus Cristo e, com isto, lembra também o batismo de cada um de nós.

Quando fomos batizados, fomos acrescentados ao Santo Povo de Deus. E tornados herdeiros da vida eterna. Assim, todas as promessas feitas ao povo de Israel são tornadas nossas também.

Do mesmo modo como Israel foi chamado a confiar em Deus, nós também somos chamados à confiança em Deus em todos os momentos de nossa vida. Porque os problemas virão...

Serão dificuldades de saúde, desentendimentos no lar, abandono pelos amigos, e tantas outras coisas ruins... E como viver sem Deus ao lado?

Algumas pessoas pensam que se tiverem dinheiro, saúde, lar sem nenhuma discussão e coisas semelhantes, serão felizes para sempre. Mas não serão. Podem até ter felicidade aqui, mas a felicidade eterna depende da presença de Deus em nossas vidas.

É claro que dinheiro ajuda, saúde é importante e discussões no lar não deveriam existir. Mas isto tudo fica em segundo plano, porque em primeiro lugar na nossa vida está o Senhor. E quando este primeiro lugar está ocupado pelo Pai, não precisamos temer nada; o Senhor nos defenderá de todas as maldades que intentarem contra nós. O Senhor guiará nossos passos e iluminará nossos caminhos. De nada adiantaria ter todos os problemas da vida resolvidos, sem ter os pecados perdoados por Jesus.

E é isso justamente que faz o Batismo: ele nos coloca pra dentro da família da fé. Nos sela como propriedade de Deus, porque o Salvador Jesus, com sua morte na cruz, nos comprou para sermos do Pai de Amor.

Sobre o batismo há algumas considerações práticas a serem lembradas:

BATISMOExistem seitas que dizem que as crianças não precisam ser batizadas, pois não têm pecado. Ora, se crianças não tivessem pecado, não morreriam, pois a morte é consequência do pecado.
Além disso, o Senhor mandou batizar todas as pessoas e, entre todas as pessoas, é claro que estão também as crianças.
Outros dizem que se deve batizar apenas adultos, pois Jesus foi batizado adulto. Este é o engano mais fácil de desvendar.
Jesus nem precisava do batismo. Nós não somos batizados porque Jesus foi batizado. E nosso batismo não é o batismo que Jesus Cristo recebeu de João Batista. O nosso batismo é o batismo ordenado por Jesus. Porque aquele que ele recebeu era sinal de arrependimento e não sacramento. Mas o batismo que Jesus ordenou é sacramento, que perdoa pecados e compartilha os méritos de Jesus Cristo.

Nosso batismo não vem em lugar do batismo de João Batista. Nosso batismo vem em lugar da circuncisão, que Jesus recebeu no oitavo dia de vida. Ainda muito pequenino.

E, se disserem a vocês: “a Bíblia não manda claramente batizar crianças”, digam: “mas também não proíbe batizar as crianças e, além disso, manda batizar todas as pessoas”.

Para encerrar a questão, Lutero disse o seguinte:

Lutero - estátua “Agora aqui ocorre uma questão com que o diabo, através de suas seitas, confunde o mundo, a saber, a questão do batismo infantil: se os infantes também creem, ou se é acertado batizá-los. Quanto a isso dizemos, brevemente: quem é simples desista da questão e a remeta aos doutos. Se, porém, queres dar uma resposta, então replica assim: Que o batismo infantil agrada a Cristo, prova-o suficientemente sua própria obra. A muitos dentre os que assim foram batizados, Deus os santificou e lhes deu o Espírito Santo. E ainda no dia de hoje muitos há nos quais se percebe que têm o Espírito Santo, tanto à vista de sua doutrina, como por causa de sua vida. Assim também a nós outros foi dada pela graça de Deus a capacidade de podermos deveras interpretar a Escritura e conhecer a Cristo, o que não pode suceder sem o Espírito Santo. Agora, se Deus não aceitasse o batismo infantil, a nenhum deles daria o Espírito Santo, nem qualquer parte dele. Em suma, durante todo esse tempo, até o dia de hoje, homem nenhum no mundo poderia ter sido cristão.”

Diz ainda Lutero no seu Catecismo maior: “a coisa mais importante não é se aquele que é batizado crê ou não. Porque isso não invalida o batismo. Tudo depende, isto sim, da palavra e do mandamento de Deus.”

Fora a polêmica que os seres humanos criados, existe a graça do Batismo deixado por Deus. E que bom que podemos compartilhar esta graça com os nossos filhos.

Queridos irmãos, quando fomos batizados, fomos tornados povo de Deus.

O povo de Deus confia no seu Senhor e sabe que se Deus prometeu nos dar, pelo batismo, os méritos de Cristo, podemos ter certeza que, pelo batismo, nós fomos tornados herdeiros da vida eterna e por isso, com toda confiança, podemos chegar perto do Pai.

O Senhor nos criou, nos comprou e nos dá a Salvação. Bendito seja o nome do Senhor. Amém.

E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

rosto pjh 
Pastor Jarbas Hoffimann

Nova Iguaçu-RJ

Glórias Somente a Deus