segunda-feira, 10 de maio de 2010

O Senhor direciona nosso caminho

At 16.9-15
6º Domingo de Páscoa

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).

Sl 67 / At 16.9-15 / Ap 21.9-14, 21-27 / Jo 16.23-33


A Paz do Senhor esteja com vocês. Amém.

Não parece estranha a história registrada em Atos 16?

Especialmente os versículos 6 a 8, que vou ler agora:

6Como o Espírito Santo não deixou que anunciassem a palavra na província da Ásia, eles atravessaram a região da Frígia-Galácia. 7Quando chegaram perto do distrito da Mísia, tentaram ir para a província da Bitínia, mas o Espírito de Jesus não deixou. 8Então atravessaram a Mísia e chegaram à cidade de Trôade.”

caminho de emaús O Espírito não deixou que eles anunciassem a palavra no local onde eles já estavam, mas os mandou para cerca de 800 km de distância.
Aos olhos humanos esta viagem é uma incoerência, pois seria mais fácil anunciar a Palavra ali mesmo, percorrendo a Ásia, onde os apóstolos já estavam. Mas Deus os envia para o outro lado. E, sem questionar, os apóstolos vão. Confiam que o caminho está sendo guiado pelo Senhor.
Chegando a Filipos, uma província Romana da Macedônia, os apóstolos procuram uma sinagoga. Mas não existia. Então, perto do rio, eles encontram Lídia. Uma senhora, vendedora de púrpura, que estava adorando ao Deus verdadeiro.
Lídia era uma mulher que tinha a situação financeira estável. Pois a venda da púrpura era um comércio caro. Dela ainda sabemos que era uma não-judia convertida ao judaísmo e, naquele dia, estava adorando o Senhor perto do rio, quando pôde ouvir a mensagem de Paulo, a respeito de Jesus.

Lídia foi a primeira pessoa da Europa que foi convertida, ouvindo as palavras de Paulo. E logo em seguida, toda a sua casa também foi batizada para ser de Jesus. Assim, por meio de Paulo, o Senhor começou a guiar o caminho de Lídia.

Hoje, sendo o dia das mães, não podemos deixar de lembrar que elas também terão um caminho a indicar. Mas como indicar se não conhecerem?

Há um ditado judeu que diz mais ou menos assim:

“você quer ensinar uma pessoa, ensina um homem; quer ensinar uma casa inteira, ensina uma mulher.”

E como Lídia, o Senhor ainda quer estar presente na vida de todas as mulheres, especialmente das mães. Ele busca as mães, para chegar também aos filhos.

Certamente, a maior parte dos conhecimentos de Jesus que temos, vieram de nossa mãe. Ou de alguma outra mulher que cuidou de nós.

Mas não são as mães que nos fazem crer. Assim como não foi Paulo que converteu Lídia. Diz nosso texto, no versículo 14: “Uma daquelas mulheres que estavam nos ouvindo era Lídia, uma vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira. Ela adorava a Deus, e o Senhor abriu a mente dela para que compreendesse o que Paulo dizia.”

O Senhor mudou o caminho dos mensageiros, para que chegassem até Lídia. E o Espírito Santo abriu a mente dela para que ela cresse em Jesus Cristo.

Assim o Senhor faz ainda hoje. Ele nos envia para falar e envia pessoas para nos ouvirem. Nossa tarefa é falar por palavras e ações, mas a tarefa de converter é do Senhor.

Mas isso não torna o testemunho menos importante. Se os pais e mães não testemunharem aos seus filhos, estes podem jamais conhecer Jesus. E também não adianta falar bem de Jesus com as palavras e falar mal dele com as nossas ações.

Não adianta dizer para o filho não xingar o irmão, se nós xingamos o jogador de futebol que perde o gol, ou o vizinho que não agiu como eu queria...

Vocês já se deram conta como é importante o exemplo cristão? E os primeiros exemplos que temos são dos nossos pais, padrinhos, tios, irmãos mais velhos e outras pessoas com as quais convivemos.

O apóstolo, guiado pelo Espírito de Jesus, levou a Palavra para Lídia e ela e sua casa foram salvos. Muitas mães e pais salvaram seus filhos, falando de Jesus para eles. Pois o Espírito Santo abre as mentes para a fé.

E nós ainda podemos salvar a muitos. Sempre levando a palavra do Senhor com palavras e obras. E sempre lembrando que o Senhor nos ama mais do que uma mãe ama seus filhos. Por causa desse amor, em Cristo, temos a vida eterna.

O Senhor dirigiu o caminho dos apóstolos. Dirigiu o caminho de Lídia. E dirige o nosso caminho até à vida eterna.

Que o Senhor abençoe nossos lares com a sua presença salvadora. Amém.

E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Soli Deo Glória