sábado, 29 de maio de 2010

A Sabedoria de Deus se revela em Jesus

Santíssima Trindade – 1º Domingo após Pentecostes

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).

o-pensador_auguste-rodin

A Paz e a Sabedoria do Senhor estejam com vocês.

Queridos irmãos em Cristo.

Sabedoria é uma qualidade que aparece bastante na Bíblia, especialmente no livro de Provérbios. No texto que lemos, do capítulo 8, por exemplo, a sabedoria aparece como uma personagem feminina que vem para instruir. Ela é apresentada como uma profetiza que diz às pessoas o que devem fazer. Se seguirem os conselhos dela, eles terão a sua recompensa; se não, terão seu castigo.

Não é uma ameaça de castigo. É uma constatação: faz o que é bom e você irá bem, se fizer o mal, o mal lhe alcançará. Lembrem Gálatas 6.7-8: “Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá. Se plantar no terreno da sua natureza humana, desse terreno colherá a morte. Porém, se plantar no terreno do Espírito de Deus, desse terreno colherá a vida eterna.” O que também lembra o Salmo 92: “Aqui está uma coisa que o tolo não entende, e o ignorante não pode compreender: os que praticam más ações crescem como a erva, e os perversos podem prosperar, porém eles serão completamente destruídos.” (6-7). Esta é a constatação do fim dos maus. Daqueles que não querem saber de Deus. Que se afastam da sua sabedoria.

E num texto parecido com Provérbios 8, no Novo Testamento, lemos: 1Antes de ser criado o mundo, aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. 2Desde o princípio, a Palavra estava com Deus. 3Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela. 4A Palavra era a fonte da vida, e essa vida trouxe a luz para todas as pessoas. 5A luz brilha na escuridão, e a escuridão não conseguiu apagá-la.” (Jo 1.1-5).

No Antigo Testemanto a Sabedoria. No novo, a Palavra. Ambos presentes com Deus na criação.

No Novo Testamento, tanto no Evangelho de João, quanto na sua primeira carta, nos é revelado que a Palavra que se fez carne é Jesus Cristo. A Palavra virar gente, não entra em nossa cabeça. Não é muito racional. Mas será que isso importa?

A Sabedoria que vem de Deus nos revela Jesus Cristo. Mesmo que isso não seja racional. Pois “A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver.” (Hb 11.1) E nem provar.

Muitas coisas que Deus fez e continua fazendo não são racionais. “Pois aquilo que parece ser a loucura de Deus é mais sábio do que a sabedoria humana.” (1Co 1.25). E por isso muitas vezes não temos respostas racionais.

Por que Deus criou o ser humano? Por que quis salvar o ser que pecou? Por que Deus sacrificou seu Filho, para nos dar a salvação? Por que o Senhor nos protege de todos os perigos? Por que o Senhor se preocupa que tenhamos casa, comida, abrigo, família e tudo mais?

Isso é irracional, porque o amor de Deus por nós não tem que se firmar em razões. Deus nos ama. A tal ponto de nos dar a salvação. Mesmo que isso seja irracional.

Para ser sábio é preciso temer a Deus, o Senhor. E este temor que nos torna sábios, nos mostra Jesus Cristo e seu grande amor por toda a criação. Mesmo que não possamos compreender. Aliás, não se precisa entender. Mas como o ser humano é cheio de “por quês?”

Pequenos exemplos de como queremos a resposta até quando ela é desnecessária:

Permitam-me um exemplo do cotidiano:

Outro dia, minha filha menor já acordada, chegou perto da minha cama e me disse, olhando meu rosto:

— Papai, tenho uma surpresa bem legal!

Antes que eu pudesse perguntar qual seria, ela me deu um beijo na testa e saiu correndo.

Sinceramente, não me interessa porque ela fez isso, mas que bom que ela fez. Foi certamente um dos melhores presentes que já ganhei na vida e nesta semana. E não preciso do por que para que fique melhor.

Outros exemplos de nossos “por quês” desnecessários:

O marido traz flores para sua amada esposa, mesmo que depois de muitos anos. Por quê?

A esposa abraça seu marido, sem que haja explicação, ou motivo. Por quê?

A mãe ou o pai, chegam em casa com um punhado de balas pros filhos. Por quê?

E há muitos outros “por quês” desnecessários. E a resposta a todos eles poderia ser: porque sim! Porque eu gosto de te ver feliz. Porque eu quero o seu bem. Porque amanhã posso não ter você pra beijar e abraçar.

Assim é o amor de Deus por nós. Não têm muitas respostas racionais. Mas expressam o grande amor de Deus por nós. Pelo simples fato de que Deus se preocupa com a nossa segurança, com a nossa salvação. E a sabedoria que vem da Palavra de Deus nos revela Jesus Cristo, para nossa salvação. Porque sim!

Porque o Pai nos olhou com misericórdia. Sabia que nós não conseguiriamos voltar para o caminho da Salvação, sem que sua sabedoria nos mostrasse. Então ele resolve providenciar os meios para nossa salvação. Aliás, o meio: Jesus Cristo. A Palavra encarnada. E a sabedoria que vem de Deus nos aproxima de Jesus. Sabedoria que o Senhor nos dá ao meditarmos em sua Palavra, ao participarmos do culto. Sabedoria que ele produz em momentos de sofrimento, como nos lembra a carta de Paulo aos Romanos (5.3): “nos alegramos nos sofrimentos, pois sabemos que os sofrimentos produzem a paciência, a paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança. Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que ele nos deu.”

Sabedoria de Deus. A única que interessa.

Não adianta ser sábio aos olhos do mundo, mas esquecer-se de Deus. A Sabedoria de Deus, se revela em Jesus Cristo e em suas palavras de salvação. Mesmo que pareça irracional. A Sabedoria de Deus se revela em Jesus Cristo para a nossa salvação. E todo aquele que for sábio, ou seja, que crer em Jesus, será salvo. Memso que o mundo não compreenda. Amém.

E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Soli Deo Gloria