sábado, 31 de janeiro de 2009

eu louvarei

EU LOUVAREI

"Aleluia! Na reunião do povo eu louvarei a Deus, o Senhor, com todo o meu coração, junto com os que lhe obedecem." (Salmo 111.1)

Para ler todo o Salmo clique aqui


A adoração verdadeira parte de um coração sincero e arrependido. Que tem fé em Jesus Cristo, que salvou da morte, do pecado e da condenação eterna. Não é um mero repetir de gestos e orações. É mais do que isto. Transcende o emocionalismo tão comum nos pseudo-cultos atuais.

Para adorar a Deus não é preciso sentir forte emoção, nem chorar (embora seja possível que isso aconteça, não é necessário). Também não é preciso que se sinta euforia para que a adoração tenha sido real. Tais sentimentos podem ser percebidos em muitos lugares: "shows", eventos esportivos, etc... Mas o foco destes eventos não é a adoração a Deus. Porém muitos saem dali eufóricos, como do tal "culto vivo".

A gente não precisa "subir" como Zaqueu pra chamar a atenção de Deus e para que ele nos olhe. Isto também não é adoração. Deus vela pelos seus diariamente e não se esquece de nenhum.

Adoração é hora de interagir com Deus, buscando — como ensinou Jesus — a presença de Deus. É momento de louvar a Deus por meio das orações e hinos. Entrando em comunhão com o irmão. Adoração é momento de descarregar os pecados, e pedir perdão a quem pode perdoar: Jesus.

Adorar não é perseguir curas, milagres, bênçãos financeiras e outras. É momento de, humildemente, render louvores àquele que nos amou a ponto de dar seu Filho para a nossa salvação. E que abençoará quando e como ele quiser, sempre para o nosso bem. Amém.

Meu Senhor e meu Deus. Venho a ti em louvor e adoração. Quero estar na tua presença porque tu me chamaste. Pois de ti dependo todos os dias, até quando vieres para levar os salvos à vida eterna. Ensina-me o verdadeiro louvor. Em nome de Jesus, meu amado Salvador. Amém.


 

Pjh

estou só

ESTOU SÓ

"Ó Senhor Deus, até quando esquecerás de mim? Será para sempre? Por quanto tempo esconderás de mim o teu rosto?" (Salmo 13.1)

Para ler todo o Salmo clique aqui

Eu me encontrava só! Andava de um lado para outro e não encontrava a saída. Eu tentei com todas as forças resolver meus problemas, mas não consegui. Terminei abandonando a todos. Não queria compartilhar a possível "vitória". Achei que deveria enfrentar o mundo sozinho e... Vencer! Esqueci até de Deus! Eu estava agindo errado. Ninguém "vence" sozinho. Aliás, quem disse que se tem que vencer alguma coisa? Quando reconheci minha necessidade de Deus e dos outros, me tornei um "vencedor", de fato. Daquela vitória que realmente interessa.

Reflexões como estas são comuns. Primeiro se tenta resolver tudo só. Vai-se passando por cima de tudo e de todos pra tentar a "vitória", que pode ser uma conquista financeira, educacional, emocional, física... O que é certo é que mesmo "vencendo", o ser humano não se dá por satisfeito. Sempre encontrará algo pra reclamar e algo que falta. Sempre achará uma "gordurinha" em seu corpo repleto de ossos...

Mas no momento que o ser humano se percebe completamente dependente de Deus, ele começa a vencer sua corrida. Assim como o salmista pergunta, em momento difícil: "até quando esquecerás de mim?" Deus não esquece de você. Você passará por provações, mas sairá mais forte delas, se naqueles períodos, buscar a força em Deus. Aí você vencerá sempre. Pois com Deus é impossível a derrota. Jesus Cristo já venceu o mundo por você. Amém.

Sempre me sinto só meu Deus! No meio das multidões eu ando só e sem rumo. Mostra-me o caminho a percorrer. Envia o Espírito Santo para guiar meus passos. Abre mente e coração à tua Palavra e me conceda a vitória que só pode vir de Jesus, que venceu o pecado e o mundo. Amém.

Pjh

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

confiança

CONFIANÇA

"Salva-nos, ó Senhor Deus, pois já não há mais pessoas de confiança, e os que são fiéis a ti desapareceram da terra." (Salmo 12.1)

Para ler todo o Salmo clique aqui

APENAS Deus merece confiança em todos os tempos. As pessoas mudam de idéias e atitudes. Tomemos como exemplo nossa classe política. Não quero falar contra ela, mas ela é exemplo de volubilidade. As "excelências" mudam com os ventos que levam votos e voltam a ser "amigos de infância" dos inimigos de ontem. Talvez seja por isso a crescente desconfiança do povo em seus políticos, que parecem fazer qualquer coisa para ganhar votos. Graças a Deus existem raras exceções. Raras, mas existem! Pessoas que se dedicam aos ideais que sempre defenderam e não se preocupam apenas com o voto.

DEUS não muda de idéia com o vento. Somente ele merece toda nossa confiança, porque não mente, nem engana. Ele prometeu salvar a humanidade e enviou Jesus para cumprir a promessa feita ainda para Adão e Eva. E quando nos percebemos num mundo cheio de mentiras ou "meias-verdades"; um mundo cheio de escândalos envolvendo pessoas que deveriam ser exemplos para os cidadãos; neste mundo e nesta época podemos confiar nas promessas de Deus. Porque ele não muda. Você pode confiar nele.

DEUS também não bajula os seres humanos. Pelo contrário, como Pai que é, Deus mostra o erro e corrige. Não mostra o erro pra tentar ganhar uma eleição. Mostra o pecado para que você possa ter a oportunidade de reconhecê-lo e mudar de vida. Podendo assim, receber a salvação que Jesus Cristo conquistou. Amém.

Senhor meu Deus, é difícil reconhecer meus pecados. Mas quero reconhecer que peco muito e diariamente. Talvez meu pecado mais recorrente seja a falta de amor a ti e ao próximo. Perdoa-me Pai! Abre meu coração com teu Espírito Santo e me enche de fé. Por Cristo. Amém.

Pjh

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

insegurança

INSEGURANÇA

"Com Deus, o Senhor, estou seguro." (Salmo 11.1)

Para ler todo o Salmo clique aqui

Existe uma crescente sensação de insegurança. São histórias de assassinatos e roubos! Quantos amigos seus ou quantas vezes você mesmo já passou por situações violentas!

Como é ruim a insegurança! É difícil pra dormir. Trancamos todas as portas e janelas. Levamos o celular pra cama, pois se cortarem a linha telefônica, ainda dá pra chamar a polícia. Trancamos todas as portas da casa, inclusive do quarto. E não faz muito tempo que se podia dormir com as portas abertas. Em muitos casos, literalmente. Pra correr um ar no verão escaldante. Hoje, você dormiria com as portas ou com uma janela, no terceiro andar, abertas, sem grades?

Quando minha família e eu sofremos um assalto onde fomos reféns, o bandido, apontando o revólver, indagou porque não tínhamos grades na janela. Minha esposa respondeu: "a gente sempre confia na bondade das pessoas". O bandido concluiu: "não pode ser assim, não, tem que desconfiar de todo mundo". Teria sido hilário, se não tivesse sido terrível. Tivemos que ouvir noções de segurança, talvez de quem mais entenda do assunto: o bandido.

Afora a vida material, nos sentimos inseguros espiritualmente. Sem certeza do destino futuro. E o Salmo 11 vem nos lembrar que com Deus estamos seguros. Se você quer segurança neste mundo e na vida eterna, confie em Deus. Os males continuarão perseguindo você, como perseguem a todos. Mas nada te afetará, se você estiver firme no Senhor. E Deus lhe protegerá por onde for. Amém.

Senhor meu Deus, quanto tenho andado sem segurança! O mundo é mau, tu és bom. Eu tenho andado em pecado, o que também me amedronta. Quero estar contigo, como tu me chamaste. Perdoa os pecados e me conduz em segurança todos os dias de minha vida. Por Cristo Jesus. Amém.

Pjh

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A mãe sábia

Por vezes queremos homenagear, com a Palavra de Deus nas mãos, as pessoas que amamos. Mas muitas vezes não encontramos palavras. Para ajudar àqueles que quiserem ter alguma "orientação", "posto" aqui uma devoção feita pela passagem do aniversário de minha mãe, que é celebrado em 27 de janeiro.
Meus irmãos e eu somos muito gratos por aquela mulher que Deus colocou em nossas vidas, para ser nossa mãe. Foi dela que primeiro aprendemos o caminho para a vida eterna.

A mãe sábia.

Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor.
Ele dá compreensão aos que obedecem aos seus mandamentos.
Que o Senhor seja louvado para sempre! (Sl 111.10)


Mãe, a senhora merece que sua família a homenageie!
Nós queremos comemorar, não só porque está próximo o aniversário da senhora, mas principalmente porque a senhora merece esta homenagem de sua família. Não só hoje, mas em todos os dias.
E, se na maioria dos dias, a gente não fala nada, isto não significa que não pensemos na senhora, pois temos a senhora sempre no coração. O que acontece é que na correria do dia-a-dia, vamos deixando pra depois. Afinal, nós sabemos que a senhora sabe do nosso amor e que sempre queríamos estar por perto, mesmo que às vezes não dê.
Hoje lembramos o seu aniversário e sabe, pensando bem, deve-ria se fazer um levantamento de todas as noites que a senhora não dormiu, preocupada com a saúde de sua família. Deveria se levantar também todos os dias que a senhora trabalhou incessantemente para nos dar uma vida de qualidade e com educação. Deveria também somar todos os dias que a senhora se privou do seu próprio conforto para embalar os pequenos e os grandes (que pareciam crianças novamente, precisando do seu cuidado).
Na verdade, nós deveríamos passar o resto da vida homenageando a senhora, mas ainda assim não haveriam nem palavras, nem tempo para agradecer. Pois amor de mãe é algo incomparável e inestimável. E a senhora soube amar os seus.
Por isso nós te homenageamos neste dia, agradecendo por tudo que a senhora representa para sua família. Como mãe querida e necessária para todos. Como boa sogra, como excelente avó, enfim, precisamos da senhora.
Queremos permanecer nas verdades que da senhora aprende-mos.
Queremos lembrar que os hinos, que hoje cantamos, cantamos porque aprendemos da senhora, desde pequeninos, enquanto crescíamos fazendo pirraça às suas pernas. Aprendendo a Palavra de Deus desde pequeninos.
Queremos permanecer firmes na fé que a senhora nos guiou desde que nos entendemos por gente. Falando de Jesus, levando à Igreja e ao catecismo.
Se uma casa precisa de um pai forte e amoroso, respeitado e fiel à sua família. A mesma casa precisa de uma mãe também, que guie seus filhos com amor e respeito, com firmeza e coragem para corrigir. Ensinando os filhos, dentro de casa, como proceder depois em suas próprias casas. Quando enfim, saíram da barra da saia da mãe. Se é que isso, de fato, acontece.
Orgulhosamente podemos dizer que tivemos os dois, pai e mãe que foram para nós, não amigos, como muitos dizem que pai e mãe deveriam ser. Não concordo com isso. Pai e mãe não são amigos. São muito mais. Amigos, mesmo os verdadeiros, vêm e vão. E a gente acaba se esquecendo deles e arrumando novos amigos.
Pai e mãe são escolhidos por Deus para nós. E temos orgulho que Deus escolheu a senhora para ser nossa mãe. Isso sim é sinal da sabedoria de Deus.
A senhora também é sábia porque sua sabedoria vem do Senhor, no qual aprendemos a confiar, porque fomos levados a ele pela senhora. Este presente jamais poderemos agradecer o suficiente. Mas tentaremos, humildemente, repetir o mesmo aos nossos filhos. Para que eles um dia nos amem tanto quanto todos amamos a senhora.
Que Deus abençoe a senhora no seu aniversário e em toda a sua vida.
Na dúvida de como agir, lembre o texto do Salmo 111.10: “Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor. Ele dá compreen-são aos que obedecem aos seus mandamentos. Que o Senhor seja louvado para sempre!”
Nós te amamos.

Vitória, 25 de janeiro de 2009.

sábado, 3 de janeiro de 2009

Férias

Olá.
Até o fim de janeiro, estarei em férias com minha família, por isso, neste período não serão publicadas devoções.
Mas olhe os links na barra lateral e continue acompanhando as devoções de outras igrejas Luteranas do Brasil.
Também na bara de links, encontre devoções em Áudio para todos os dias até dia 15 de fevereiro de 2009.
Fique com Deus.