domingo, 30 de janeiro de 2011

Quem entrará no templo?

 

Sl 15
4º Domingo após Epifania

 

Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a presença do Espírito Santo estejam com todos vocês! (2Co 13.13).

Sl 15 / Mq 6.1-8 / 1Co 1.18-31 / Mt 5.1-12

 

igreja corpo de cristoA Paz do Senhor esteja com vocês. Amém.

Queridos irmãos, muitas igrejas e muitas pessoas querem ter a resposta para a pergunta do Salmo 15: “Ó Senhor Deus, quem tem o direito de morar no teu Templo? Quem pode viver no teu monte santo?”

Muitas pessoas acham que sabem a resposta a esta pergunta. Na verdade, a resposta já está no próprio Salmo, mas muitos ignoram os versículos seguintes e tentam dar a sua própria resposta a seu jeito.

Você está aqui. Nesta Igreja. Você entrará no Santuário? Não se apresse em responder nem que sim, nem que não, nem talvez e muito menos, não sei. Porque se você não sabe, ninguém mais poderá responder por você. Lembrem o que o Senhor disse por meio de Ezequiel: “a vida de todas as pessoas pertence a mim. Tanto a vida do pai quanto a vida do filho são minhas. A pessoa que pecar é que morrerá.” (Ez 18.4). Não é o pecado do outro que nos condena, também ninguém pode crer por nós.

Quem entrará no templo eterno? Esse é o ponto de Davi.

É claro que, num primeiro momento, Davi fala do templo mesmo. Aquela construção física. Mas profeticamente ele fala também da Jerusalém eterna. Do monte santo.

Afinal de contas, pessoas falsas entram em vários templos. Diariamente. Assim é hoje, assim era no tempo de Davi. Assim era no tempo de Jesus, quando, por exemplo, Jesus observava as pessoas ofertarem e viu uma viúva ofertar junto com outros que ofertavam grandes quantias. Para espanto dos discípulos, Jesus disse que a viúva estava sendo honesta e os outros falsos. E estavam todos no templo.

Neste mundo, pessoas que não querem saber de Deus, conseguem entrar no templo. Mas naquele templo eterno não vão entrar. Lá só entrará aquele que “vive uma vida correta, que faz o que é certo e que é amigos e não espalha boatos a respeito dos seus vizinhos. ... cumpre o que promete, mesmo com prejuízo próprio.” (Sl 15.2-4).

Bem fácil né?

Não, não é fácil. Especialmente porque ninguém consegue cumprir isto perfeitamente. Ninguém consegue viver dignamente conforme deveríamos viver por sermos discípulos de Jesus. Mas esta é a nossa meta, alcançar a linha de chegada, seguindo fielmente o nosso Senhor Jesus Cristo, que no fim nos espera com o prêmio.

Queridos irmãos, no texto de Miqueias encontramos o seguinte: “O Senhor diz: --Meu povo, o que foi que eu fiz de errado? Será que exigi demais de vocês?” ... “O Senhor já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós. O que ele quer é que façamos o que é direito, que amemos uns aos outros com dedicação e que vivamos em humilde obediência ao nosso Deus.” (Mq 6.3,8).

Se olharmos pelo lado humano, teremos que concluir que o Senhor realmente exigiu demais de nós. Não conseguimos ser perfeitos, porque já nascemos pecadores. Não conseguimos resistir às tentações e fugir do pecado. Por isso mesmo o Senhor nos envia o Espírito Santo, que nos dá a fé e nos capacita a uma nova vida. Vida que é vivida junto com Jesus Cristo e em comunhão com os irmãos. Vivemos a mensagem que é loucura para o mundo, como diz Paulo aos Coríntios. A loucura de dizer que Jesus Cristo é o Salvador e todo aquele que nele crê, tem a vida eterna.

Assim, em Cristo, vamos conseguir entender o que Jesus diz em Mateus 5. Porque reconhecemos nossa pobreza espiritual, mas sabemos que dos pobres de espírito é o Reino do céu. Vamos chorar por causa da dor de nossos pecados, mas o Senhor nos consolará nos pecados e em todos os sofrimentos.

Deixaremos o orgulho de lado, para lavar os pés ao irmão, mas lembramos que quem serve, serve também ao Senhor e os humildes receberão o que Deus prometeu.

Lembramos que nesse mundo difícil, olhamos em volta e vemos as pessoas se esquecendo de Deus. Certamente, muitas vezes queremos fazer a vontade do nosso Pai, mas o mundo nos impede. Porém felizes somos nós, que temos essa fome e essa sede da vontade de Deus, porque no momento certo o Senhor nos deixará fartos.

Neste mundo cada vez mais individualista, nossa compaixão pelo próximo é algo que o Senhor recompensa. É claro que não ajudamos aos outros pensando na recompensa, mas o Senhor prometeu recompensar até por um copo de água e esta certeza nós também temos, que no Senhor, nosso trabalho nunca é vão.

A fé em Jesus purifica nossos corações. Somos lavados no sangue do Cordeiro. Aliás, a Bíblia é o único lugar onde a gente lava as roupas com sangue e elas ficam brancas. O Senhor nos torna puros. O Senhor nos faz amar o irmão, com as suas fraquezas, assim como nós somos amados, mesmo com as nossas fraquezas. Como amamos ao irmão, vamos amar aquele que ainda anda longe do Senhor e, por amor, buscar, acolher e integrar à família de Deus. Vamos trazer para dentro deste templo, para que todos estejamos juntos Naquele templo, no monte santo.

Não seremos tratados como escravos, mas como filhos. Não seremos tratados como capachos, mas como filhos. Como é que se trata um filho? Com amor. E se traz ele para bem perto de nós. Assim o Senhor faz e fará com aqueles que buscam a paz na igreja e fora dela.

Nisso tudo, vocês são perseguidos. Me parece que como era na época dos primeiros cristãos não, mas há uma perseguição velada à fé cristã. Aos que são verdadeiramente de Jesus.

Não desanimem de fazer a vontade de Deus, porque o Reino de Deus é daqueles que buscam fazer a vontade do Senhor.

Voltando à primeira pergunta: “Quem entrará no Templo”

Há uma canção que diz:

|: Senhor, quem entrará, no santuário, pra te louvar? :|
|: Quem tem as mãos limpas e o coração puro,
    quem não é vaidoso e sabe amar? :|

|: Senhor, quem entrará, no santuário, pra te louvar? :|
|: Ó dá-me mãos limpas e um coração puro.
    Arranca a vaidade e ensina-me a mar. :|

|: Senhor, já posso entrar, no santuário, pra te louvar? :|
|: teu sangue me lava, teu fogo me queima.
    O Espírito Santo inunda meu ser. :|

Este hino é muito bonito, mas o Salmo que o inspira é muito mais. Ele fala que todo aquele que tem as mãos limpas, ou como diz no salmo, “que vive uma vida correta, que faz o que é certo e que é sincero e verdadeiro no que diz. Este vai entrar no santuário.

Você é assim?

Lembre que não há espaço para a dúvida.

Se você crê em Jesus, você teve suas mãos limpas por ele. Não suje novamente as mãos. Mantenha limpas, lendo a Palavra de Deus, estudando em casa e onde mais puder. Participando da Santa Ceia e sendo um exemplo de cidadão e cristão. Com este exemplo, muitos ainda vão vir a Jesus e serão limpos também.

E naquele último e grandioso dia, o Senhor convidará a todos para entrar, cantando, ao seu Templo eterno. Amém.

E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus. Amém. (Fp 4.7)

Pastor Jarbas Hoffimann – Nova Iguaçu-RJ

Soli Deo Gloria