terça-feira, 16 de outubro de 2018

Um Herói volta ao lar

      Acabo de saber que o Senhor chamou o pastor Benjamim Jandt para a vida eterna... Quero apenas relembrar um pouco dos breves contatos que tive com ele, aqui e ali, por esta imensa IELB... E o faço na breve carta que escrevi a seus filhos:

      Olá.

      Acabo de saber que o pastor Benjamim, finalmente está abraçando Jesus...
      Como eu tenho saudade de abraçar Jesus também...
      Imagino quando este dia chegar para mim e espero ansioso por ele.
      O Senhor nos dá as carreiras a correr e o pastor Benjamim, com sua voz suave e face rosada, recebe os raios de luz daquele que é a Luz... Que é a Verdade que o pastor Benjamim trouxe no peito, em seu coração que bateu até hoje, na certeza desse encontro.
      Quantos conheceram Jesus por este servo. Quantos o admiraram já na primeira vez que ouviram sua voz tranquila... Eu sou um deles.
Lembro do primeiro encontro: “Casilla Dos”, num congresso de Leigos, no Paraguai.
      Lá estava ele com suas metáforas que tocavam a emoção.
      Mais tarde, no Rio de Janeiro, num dos momentos ministeriais mais difíceis da minha vida, ainda ouço sua voz ecoando: “eles precisam, mas não têm pastor”, como seria doloroso — afirmava, convidando os jovens ao Seminário e incentivando suas famílias e congregações a enviá-los.
      Agora, ficamos “sem o pastor Benjamim”. Mas ele está para sempre, onde o Pastor o acolhe e diz: “vinde, bendito de meu Pai... A mesa tá posta, a cama tá pronta, vamos contar uns causos. E rir bastante.”
      Agora, fiquei com mais vontade ainda de ir pro céu. Porque está ainda mais feliz.

      Que Deus conforte sua família irmão.
      De longe, minha família e eu, que tivemos a honra e privilégio de jantar com o pastor Benjamim, desejamos que vocês continuem consolados à espera desse nosso encontro lá, “onde não falta mais pastor”.

      Jarbas,
      um pastor, que ainda é pastor, porque um dia o pastor Benjamim me visitou.