quarta-feira, 11 de maio de 2011

Creio na Ressurreição da Carne

Introdução

Ressurreição - cruz vazada A maioria das igrejas cristãs confessa em seus cultos o Credo Apostólico, no qual afirmam: “Creio na ressurreição da carne.”
A doutrina da ressurreição da carne é doutrina fundamental da fé cristã. O apóstolo Paulo afirma: “Se Cristo não ressuscitou (fato histórico) é vã a nossa pregação e vã a nossa fé, e somos tidos por falsas testemunhas” (1Co 15.14-15). Sim, “se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens” (1Co 15.19).
A doutrina da ressurreição da carne é central na fé cristã. Ela dá sentido à vida, força na luta contra o pecado, consolo nas aflições e enche a alma de alegria e esperança.
A base desta doutrina é a palavra de Deus. Somente a palavra de Deus. Importa ouvir e estudá-la. Queremos humilhar-nos à poderosa palavra de Deus, porque a doutrina da ressurreição da carne não pode ser comprovada pela ciência, nossa razão não pode entendê-la, não posso experimentar ou senti-la. Ela excede ao nosso entendimento. Somente a palavra de Deus pode nos orientar, consolar e encher de esperança com respeito à doutrina da ressurreição da carne.
Infelizmente, mesmo muitos cristãos, apesar de confessarem: “Creio na ressurreição da carne ...”, já não entendem mais o que significam estas palavras. Daí a importância de focalizarmos, de tempos em tempos, esta importante doutrina. Isto nos leva às pergunta: O que é a morte? Há vida após a morte? O que é e em que consiste a ressurreição da carne.
Todas as pessoas sabem, por sua própria consciência, que a vida não termina com a morte. Mas, o que vem após a morte, que tipo de vida, isto as pessoas não sabem nem podem desvendar. Surgem então as muitas especulações. O resultado disto são as mais diferentes teorias nas diversas religiões.
Vamos ocupar-nos, portanto, com o tema e focalizar os seguintes itens: 1) Principais teorias errôneas; 2) Única fonte da verdade; 3) Afirmações da Escritura sobre a ressurreição da carne; 4) A ressurreição da carne propriamente dita; 5) Consolo desta doutrina.
Continua…
Horst R. Kuchenbecker