domingo, 29 de janeiro de 2012

Sermão 29/01/2012

Autoridade, segurança, convicção e firmeza

Texto Base: Dt 18.15-20
Salmo do Dia:        Salmo 111
Antigo Testamento:    Deuteronômio 18.15-20
Epístola        1º Coríntios 8.1-13
Evangelho do Dia    Marcos 1.21-28

Autoridade, importância!
Quem não gostaria de ser distinguido por uma dessas qualidades? Nós procuramos não só estar perto de pessoas importantes, que tem autoridade, mas queremos nós próprios sermos assim. Quem hoje é a pessoa mais importante no mundo? Será que é o mais rico? Ou o mais influente? Quem sabe o mais bonito?
Muitos nomes famosos podem fazer parte dessa lista: O Líder mundial Barak Obama, O premio Nobel da paz, outros...
Todos os seres humanos buscam a quem seguir... buscam autoridade, segurança, convicção e  firmeza... o problema é onde encontrar e aonde buscam muitos...
No texto de Dt 18.15-20 vemos Deus prometendo um profeta muito importante, o mais importante. Um profeta que viria do meio deles, ou seja, um israelita (15), que falaria em nome de Deus, com Palavras de Deus (18) teria conhecimento sobrenatural do futuro (22), sua mensagem seria conforme o que já tinha sido revelado por Deus (Dt.13)  Está escrito: “Do meio deles escolherei para eles um profeta que será parecido com você. Darei a esse profeta a minha mensagem, e ele dirá ao povo tudo que eu ordenar”. (18)
De acordo com Lutero: Essa é uma passagem principal em todo o livro e uma expressa profecia de Cristo com o novo mestre.
A promessa messiânica se cumpriu em Jesus.
Estamos no Quarto Domingo da Epifania, época em que vemos o importante profeta prometido por Deus, Cristo sendo anunciado a todo o mundo.
“A autoridade do recém nascido abrange toda humanidade. Jesus é apresentado ao mundo pagão para mostrar que o Menino veio para a salvação não só dos judeus, mas de todas as pessoas. Os magos, estes homens experimentados e sábios se prostram diante daquele Menino e, num ato de fé, reconhecem seu senhorio e sua autoridade. Expressaram tal reconhecimento no simbolismo dos presentes dados ao Salvador: Com a mirra, reconheceram nele homem sofredor; sua realeza, manifestada no ouro e a sua Divindade, manifestada pelo incenso.”
P. Ervino Schmidt

No evangelho de hoje vemos mais uma vez o cumprimento da promessa feita em Deuteronomio 18. Jesus ensinando com autoridade. Ele não se apoiou em outros profetas para ensinar, como faziam os mestres da lei, ele ensinou com sua própria autoridade. Ainda a confirmou com seus atos, fazendo calar-se o Demônio e o expulsando.
As pessoas se admiraram com a novidade da pregação de Cristo. Mas será que realmente era algo novo pregado pro Jesus? Na realidade não. Era algo tão antigo quanto a queda do homem em pecado, mas tinha se deixado de lado ou esquecido, por isso parecia ser algo novo, quando na realidade não era. Jesus pregou a salvação pela graça de Deus mediante a fé em Cristo.
Jesus é a autoridade a quem devemos seguir e, seguindo sua pregação chegaremos a autoridade, segurança, convicção e a firmeza que tanto procuramos.
Onde você tem procurado a liderança para sua vida?
“em nossos dias, por desejo de obter saúde, alcançar felicidade, ou por simples curiosidade não poucos cristãos se entregam práticas de astrologia, espiritismo, umbanda e outras mistificações. Este texto de deuteronômio (18) ganha uma renovada atualidade. Deus já fez conhecer a sua vontade nos mandamentos. Por meio de Jesus Cristo, que ensinava com autoridade (Mc 1.27) traçou o caminho da felicidade nas bem aventuranças do Evangelho. A mensagem de Cristo é sempre de novo atualizada pelos legítimos pastores e pregadores de sua igreja. É na vontade de Deus assim expressa que o cristão deverá buscar as orientações para sua vida, e não nos falsos tipos de profetismo.”
L. Garmus, O.F.M (Petrópolis, RJ)

Amados irmãos, o Salmo de hoje diz: “Na reunião do povo eu louvarei a Deus, o Senhor, como todo o meu coração, junto com os que lhe obedecem!” (Sl 111.1)
Hoje, em nossas reuniões de Povo de Deus (cultos, noites de oração, estudos bíblicos, etc.) queremos, com todo nosso coração, louvar a Jesus nosso Deus. Deus que tem autoridade tanto para condenar aos que não crêem e cumprem seus mandamentos quanto para dar a salvação a todos quantos crêem nele.
Vamos, acompanhados pelo amor de Deus e, tendo a certeza que Cristo tem autoridade para nos dar força (Fp 4.13) realizar nossa missão como igreja e como cristãos individualmente. A nossa maior missão enquanto estamos neste mundo é essa: fazer Jesus ser famoso, e ser seguido por muitos, para que muitos sejam salvos.
Amém.

Rev. Igor Marcelo Schreiber — Uruguaiana-RS, pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil..